Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG não quer saber de eliminação inédita na primeira fase

Time mineiro jamais caiu na primeira rodada da Copa do Brasil e joga nesta quarta para manter a média

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Divulgação
Réver quer garantir a classificação do Atlético-MG logo e evitar qualquer risco diante do Iape-MA
Com um tabu de 22 edições de Copa do Brasil e com a vantagem conseguida no primeiro jogo, o Atlético-MG recebe o Iape-MA, nesta quarta-feira, para o jogo da volta pela primeira fase da competição. Sem jamais ter caído na primeira rodada e podendo perder por 1 a 0 ou 2 a 1, o time do técnico Dorival Júnior se concentra para evitar os erros, afinal a classificação está muito bem encaminhada.

A expectativa da torcida é por uma goleada, assunto que não é tratado na Cidade do Galo. Por lá, os jogadores pregam respeito ao adversário desta quarta-feira e pedem concentração total na partida, para evitar qualquer possibilidade da zebra passear por Sete Lagoas, local da partida entre Atlético-MG e Iape-MA.

O zagueiro Werley esteve em campo na semana passado, quando o time mineiro venceu por 3 a 2. O jogador do Atlético-MG elogiou o Iape-MA e afirma que espera por mais um jogo de muita correria e disposição por parte dos adversários. Para Werley, o Atlético-MG deve entrar para definir o jogo e evitar qualquer possibilidade de surpresa.

“O Iape-MA é uma equipe veloz, muito boa. Mas jogando dentro da nossa casa, temos de fazer o fator mando de campo valer. Além de termos vantagem, então temos de pressionar desde o começo e matar a partida o mais rápido possível”.

Nas 22 edições de Copa do Brasil que o Atlético-MG participou, somente em duas ocasiões o clube foi derrotado na estreia. Em 2002, perdeu para o Juventude-MT por 2 a 1, mas venceu por 2 a 0 na volta e se classificou. Dois anos depois, foi a vez da Catuense-BA bater o clube mineiro na abertura da competição, por 4 a 2. Mas os baianos não repetiram a performance no jogo na volta, no Mineirão, e foram goleados por 5 a 1.

Agora o Atlético-MG tem situação bem mais cômoda, já que até mesmo uma derrota pode ser o suficiente para garantir presença na segunda fase da Copa do Brasil. Mas o companheiro de Werley na defesa e capitão do Atlético-MG, o zagueiro Réver não quer saber de vantagem, pois a tradição do clube alvinegro pede um time para cima e em busca da vitória.

“A atitude do Atlético, mesmo com a vantagem ao seu lado, não pode mudar. O Atlético é muito grande para ficar jogando contra um time de menor expressão pensando em perder para se classificar. A responsabilidade é toda do Atlético. Temos que sair e buscar o resultado a nosso favor”.

Time indefinido

Embora tenha treinado com uma formação nessa terça-feira, nem mesmo o técnico Dorival Júnior sabe qual vai ser o time titular do Atlético-MG diante do Iape-MA. Como o clube espera por uma definição do STJD, sobre poder ou não escalar o volante Richarlyson, a definição da equipe vai ser somente no final da tarde.

Richarlyson foi expulso na partida entre São Paulo e Fluminense, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, e pegou cinco partidas de suspensão. Como já cumpriu três partidas, mais de 50% da punição, o Atlético-MG pediu ao STJD para transformar o restante da pena em pagamento de cestas básicas. Richarlyson cumpriu duas partidas ainda como jogador do São Paulo e ficou fora da estreia do Atlético-MG na Copa do Brasil.

Caso Richarlyson seja liberado, ele continua no meio e Serginho vai ser deslocado para a lateral direita. Se a punição for mantida, Serginho fica como volante e Jackson entra na lateral. Nas demais posições, em relação ao time que perdeu o clássico para o América-MG, a única novidade é o retorno de Magno Alves e a saída de Neto Berola.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-MG X IAPE-MA

Local: Arena do Jacaré (MG)
Data: 02 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Assistentes: Jackson Massarra dos Santos (RJ) e Luiz Muniz de Oliveira (RJ)
ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Jackson (Serginho), Réver, Werley e Eron; Zé Luis, Serginho (Richarlyson), Renan Oliveira e Ricardinho; Magno Alves e Diego Tardelli.
Técnico: Dorival Júnior.
IAPE-MA: Flaubert, Carlinhos, Daniel e Hans Müller; Arcinho, Pires, Curuca, Válbson e Tica; Vanvan e Robson.
Técnico: Paulo Cabrera.
 

Leia tudo sobre: Atlético-MG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG