Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG libera e Diego Tardelli viaja para fechar com o Anzhi

Clube russo, que levou Roberto Carlos e Jucilei, deve pagar R$ 11,5 milhões para ter atacante atleticano

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

AE
Três gols sobre o Cruzeiro foram o último grande momento de Tardelli no Atlético-MG
Parece ter chegado ao fim a passagem do atacante Diego Tardelli  pelo Atlético-MG. Horas depois de declarar que continuava no clube por conta do carinho do torcedor e não ter conhecimento de proposta oficial do Anzhi Makhachkala, o Atlético-MG liberou o jogador para viajar até a Rússia e negociar com o clube. O Anzhi já levou Roberto Carlos e Jucilei, do Corinthians, no último mês.

Para liberar Diego Tardelli, o clube mineiro deseja receber 5 milhões de euros por 60% dos direitos econômicos que detém do atleta (aproximadamente R$ 11,5 milhões). O clube informa que a negociação está bem adiantada e que se o clube russo aceitar pagar o valor pedido pelo Atlético-MG, a transação vai depender apenas do acerto entre o jogador e o Anzhi Makhachkala.

Diego Tardelli chegou ao Atlético-MG em janeiro de 2009 e custou cerca de R$ 2,5 milhões. Em pouco mais de dois anos foram 114 partidas e 73 gols marcados. Na primeira temporada ele anotou 42 gols e foi o maior goleador do Brasil, além de ter sido artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 19 gols.

Já em 2010 o atacante teve três lesões musculares, mas mesmo assim marcou 25 gols e conquistou seu único título pelo Atlético-MG, o Estadual e com direito a gol na decisão. Já em 2011 ele tem mostrado bom aproveitamento, com seis gols em sete partidas.

Se a transação for mesmo confirmada, Diego Tardelli vai ser o terceiro medalhão a deixar o Atlético-MG desde janeiro. Antes dele já haviam saído do clube o atacante Obina, que foi para o futebol chinês, e o meia Diego Souza, vendido para o Vasco.

Leia tudo sobre: Diego TardelliAtlético-MG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG