Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG faz obrigação e vence reservas do Palmeiras

Ex-palmeirense Diego Souza abriu o placar para o time mineiro em Araraquara. Atlético dá importante passo para fugir do rebaixamento

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859462109&_c_=MiGComponente_C

Na luta para fugir do rebaixamento, o Atlético-MG aproveitou a fragilidade do time reserva do Palmeiras e deu mais passo para consolidar sua espantosa reação no Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo, o Galo aproveitou melhor as chances para abrir 2 a 0 no estádio da Fonte Luminosa, em Araraquara.

O gol que abriu a vitória visitante foi marcado por Diego Souza, um ex-palmeirense, através de uma cobrança de falta. Os problemas com alguns torcedores na época de Palestra Itália não impediram o meia de manter o respeito à antiga instituição. Ele não comemorou o tento. Neto Berola definiu a fatura.

Na classificação, o Atlético-MG chega a 42 pontos e aguarda o confronto entre Avaí e Atlético-GO, que começa às 19h30. Se o time catarinense for derrotado, o Galo terá cinco pontos de gordura em relação à zona de rebaixamento.

Na próxima rodada do Brasileiro, o Palmeiras enfrenta o Fluminense, em mais uma partida na Fonte Luminosa, em Araraquara, onde cumpre pena da perda de dois mandos no Brasileirão. Por sua vez, o Atlético-MG mede forças contra o Goiás, na Arena do Jacaré. As duas partidas estão previstas para o domingo que vem, às 17 horas.

Antes de jogar pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras volta as atenções na Copa Sul-americana. Com o retorno dos titulares, o Verdão busca a vaga na decisão diante do Goiás, quarta-feira, no Pacaembu.

Assista aos gols de Palmeiras 0 x 2 Atlético-MG

 

O Jogo - Os reservas do Palmeiras mostraram personalidade nos instantes iniciais da partida em Araraquara. Sem receio do calor do interior paulista, o Verdão tocava a bola com qualidade e incomodava. Em cinco minutos, dois arremates assustaram o goleiro Renan Ribeiro, uma cobrança de falta de Fabrício na trave e uma bomba de Vitor que foi pela linha de fundo.

O Atlético-MG parecia travado em campo e só conseguiu armar uma jogada aos 18 minutos em uma cabeçada de Obina. Mas o Palmeiras ainda era melhor e continuava criando mais chances. Aos 23 minutos, Renan Ribeiro operou um milagre na bomba de longe de Fabrício.

Para aumentar a angústia do Atlético-MG, Diego Tardelli permaneceu em campo por apenas 24 minutos. Lesionado, ele cedeu o lugar ao veloz Neto Berola. A partir daí, o panorama em campo virou em favor do Galo. Quatro minutos depois, os visitantes abriram o placar em cobrança de falta de Diego Souza, que não comemorou em respeito ao antigo time.

Pouco depois, um dos jovens promovidos por Felipão mostrou falta de experiência. Gualberto já tinha cartão amarelo e trombou com Neto Berola. O árbitro Márcio Chagas da Silva mandou o defensor para o chuveiro mais cedo.

No segundo tempo, Felipão tentou dar mais velocidade ao Palmeiras com a entrada de mais um garoto: Vinícius no lugar de Ewerthon. Na primeira participação, o jovem mostrou serviço deu trabalho a Renan Ribeiro em chute de longe.

O Atlético-MG respondeu rapidamente. Obina deixou para trás a marcação de Fabrício e chutou colocado. Com uma incrível elasticidade, o goleiro Bruno desviou a bola pela linha de fundo.

A partida em Araraquara apresentava emoção, com chances para os dois lados. Só que o mais eficiente levou a melhor. O Atlético-MG definiu a vitória aos 33 minutos. Neto Berola aproveitou rebote de Bruno e balançou as redes: 2 a 0.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 x 2 ATLÉTICO-MG

Local: Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP)
Data: 21 de novembro de 2010, domingo
Horário: 17 horas (Brasília)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e José Antônio Chaves Franco Filho (RS)
Cartões amarelos: Fabrício e Vitor (Palmeiras); Lima, Zé Luis e Neto Berola (Atlético-MG)
Cartões vermelhos: Gualberto (Palmeiras)
Gols:
ATLÉTICO-MG: Diego Souza, aos 30 minutos do primeiro tempo; Neto Berola, aos 33 minutos do segundo tempo.

PALMEIRAS: Bruno; Gualberto, Leandro Amaro e Fabrício, Vitor, Pierre, Fernando (Jean), Patrik e Rivaldo (Luís Felipe); Ewerthon (Vinícius) e Dinei
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Rafael Cruz, Lima, Werley e Leandro; Zé Luís, Serginho, Diego Souza (Ricardinho) e Renan Oliveira; Diego Tardelli (Neto Berola) e Obina (Daniel Carvalho)
Técnico: Dorival Junior.

Leia tudo sobre: atlético-mgcampeonato brasileiropalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG