Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG enfrenta o Coritiba para ter reta final tranquila

Caso vença, time mineiro praticamente se garante na elite. Se perder, últimos jogos vão ser dramáticos

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Atlético conta com o apoio de sua torcida, que vai lotar o estádio, para vencer o Coritiba
Com os resultados da 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG viu a diferença de pontos para o Z-4 cair de quatro para dois pontos. Para evitar a aproximação do Atlético-PR , que bateu o São Paulo , o time alvinegro precisa superar o Coritiba nesta quinta-feira, às 20h30, na Arena do Jacaré. Se vencer, o Atlético-MG dá um passo importante para ficar na Série A . Mas caso não consiga, a equipe de Cuca vai ter uma reta final de Brasileirão com muitas emoções.

Veja também: Diferença do Atlético-MG para o Z-4 é de dois pontos. Veja a classificação

E passar sufoco não está nos planos atleticanos, que depois do Coritiba tem pela frente o líder Corinthians . Como Atlético-PR e Cruzeiro se enfrentam na próxima rodada, a equipe atleticana não pode entrar na zona do rebaixamento mesmo que perca os dois jogos. Para não ter que decidir sua vida nos jogos contra Botafogo e Cruzeiro, o Atlético-MG foca os três pontos diante do Coritiba para se manter aliviado.

Leia também: Atlético-MG quer manter boa sequência em casa diante do Coritiba

“Temos que fazer o dever de casa, que é ganhar os três pontos e ver os outros resultados depois. Se fizermos nosso dever de casa, a gente não cai”, disse o atacante André , que vai ter a companhia de Neto Berola no ataque atleticano.

No turno: Apesar das mudanças de Cuca, Atlético-MG é goleado pelo Coritiba

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Último treino do Atlético-MG foi marcado por muita conversa do técnico Cuca com os jogadores
Caso chegue aos 42 pontos, o Atlético-MG ainda não vai estar salvo, mas vai estar bem perto de permanecer na Série A. Embora esteja ameaçado pelo Atlético-PR, os jogadores mineiros não acreditam que corpo mole por parte do Coritiba , no intuito de prejudicar o rival. Cientes que a tarefa não vai ser nada fácil, o Atlético-MG vai entrar em campo para se impor e manter o bom desempenho dentro de casa neste segundo turno.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

“Vamos impor nosso ritmo de jogo, mas não podemos ter afobação, porque podemos nos prejudicar e perder oportunidades. Teremos de ter posse de bola, teremos de manter o Coritiba atrás e, de uma certa maneira, que eles possam ter medo da gente. Não podemos deixar o Coritiba crescer”, disse o zagueiro Leonardo Silva .

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Se o Atlético-MG pensa em dar um passo importante para ficar na elite, o Coritiba ainda sonha com uma vaga na Copa Libertadores. A missão do time paranaense não é nada fácil, mas como existe possibilidades, os jogadores alviverdes mostram confiança. O jogo desta quinta-feira vai ser especial para o técnico Marcelo Oliveira . Com sua história ligada ao Atlético-MG, seja como jogador ou como treinador, vai ser o primeiro confronto com o ex-clube em Minas Gerais.

“É claro que tenho um carinho especial pelo Atlético, pois foi o time que me projetou para o futebol e me deu a primeira oportunidade como treinador. Enfrentá-los em Minas, com a torcida contra, será uma experiência nova para mim. Agora, apesar de todo esse afeto, que é recíproco, o nosso foco é a vitória, pois são pontos importantíssimos para que possamos alcançar nossos objetivos no Brasileiro. Estamos a quatro pontos da zona de classificação para a Libertadores e acredito que temos potencial para chegarmos aos primeiros lugares”.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-MG X CORITIBA

Local: Estádio Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)
Data: 17 de novembro de 2011 (quinta-feira)
Horário: 20h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Assistentes: Rodrigo Pereira Jóia (RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Serginho, Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Fellipe Soutto, Pierre, Renan Oliveira (Richarlyson) e Bernard; Neto Berola e André
Técnico: Cuca

CORITIBA: Vanderlei; Jonas, Jeci, Emerson e Eltinho; Willian, Léo Gago, Davi e Rafinha; Marcos Aurélio e Leonardo
Técnico: Marcelo Oliveira

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Coritiba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG