Antes de Dorival Júnior, somente Celso Roth havia alcançado a liderança do Brasileiro com o Atlético-MG

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Antes de Dorival Júnior, somente Celso Roth tinha conseguido ser líder do Brasileiro com o Atlético-MG
Passadas duas rodadas do Campeonato Brasileiro, somente quatro equipes estão com 100% de aproveitamento . O Atlético-MG é uma delas e está na liderança da competição, ao lado do Vasco , e supera Corinthians e São Paulo no saldo de gols. Porém, mineiros e cariocas estão empatados em todos os critérios de desempates possíveis até o momento. Cada clube marcou seis gols, tem cinco de saldo e recebeu três amarelos. Mas a liderança, dividida ou não, se tornou um fato raro para o Atlético-MG desde a implantação dos pontos corridos. Esta é somente a décima vez que o time atleticano termina uma rodada na frente, desde 2003.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Posto alcançado pela primeira vez sem Celso Roth no comando. As nove vezes anteriores do Atlético-MG na liderança foram com o gaúcho como treinador, uma em 2003 e o restante em 2009 (da sexta até a oitava rodada e da décima até a 14ª rodada). Apesar do feito, 63 rodadas depois da última vez , o técnico Dorival Júnior não se ilude com a boa campanha nas primeiras rodadas , pois vão ser disputados mais 108 pontos, e o treinador atleticano ressalta que vão ocorrer muitas variações na classificação.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

“São mais três pontos somados, que nos deixam momentaneamente nesta condição, que não é primordial neste momento do campeonato. Vamos continuar o trabalho, até porque é muito cedo ainda para que projetemos qualquer situação”, comentou Dorival Júnior depois do triunfo por 3 a 1 sobre o Avaí , na Ressacada.

Curiosamente, nas duas edições que conseguiu atingir a liderança da competição, em pelo menos uma rodada, o Atlético-MG fez as suas melhores campanhas nos pontos corridos. Em ambas o time mineiro terminou na sétima colocação. A meta em 2011 é superar as campanhas passadas, por isso o meia Giovanni Augusto fala em muito trabalho e até em título.

“Sonho de toda a equipe é conquistar título. Temos o pensamento grande de ser campeão brasileiro, mas sabemos da dificuldade que vai ser. A equipe está ciente que vai ter que trabalhar muito para conquistar os resultados”.

Liderança perdida por cartões

No Brasileirão de 2005 o Atlético-MG também viveu situação parecida com a de hoje, no quesito dividir a liderança. Se agora o primeiro lugar é dividido com o Vasco, há cinco anos o posto ficou com o Santos . O time mineiro venceu o Figueirense por 4 a 1, no Mineirão, enquanto a equipe paulista fez o mesmo placar diante do Paysandu, no Anacleto Campanella, ambos na primeira rodada.

Porém o Santos não recebeu nenhum cartão diante do Paysandu, enquanto dois atleticanos foram amarelados, o zagueiro Adriano e o lateral-direito Rafael Tesser. Os gols da vitória do Atlético-MG foram marcados por Ataliba, Rodrigo Fabri, Euller e Fábio Júnior . Rodrigo Silva descontou para o Figueirense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.