Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG e Flamengo ficam no 1 a 1 e continuam pressionados

Resultado manteve o Atlético-MG na zona da degola, enquanto o Flamengo completou dez jogos sem vencer

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

nullNão foi dessa vez que o Atlético-MG deixou a zona de rebaixamento e nem que o Flamengo colocou fim ao jejum de vitórias, que agora já são dez partidas. O empate em 1 a 1 nesta quarta-feira, na Arena do Jacaré, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro , foi ruim para os dois lados. Daniel Carvalho fez o gol atleticano, enquanto Ronaldinho Gaúcho empatou para os cariocas.

Flamengo conhece seu rival na Copa Sul-Americana

Com o empate, o Atlético-MG chega aos 25 pontos e precisa vencer o Internacional, no Beira-Rio, além de contar com tropeços de adversários para sair das últimas posições. Já o Flamengo, sem Ronaldinho Gaúcho, tem missão menos complicada, o lanterna América-MG, no Engenhão.

Veja a tabela atualizada do Brasileiro

“Queríamos vencer o jogo, para nos aproximar do pessoal que está perto da gente. Mas a caminhada continua e temos que levantar a cabeça que domingo tem mais uma partida complicada”, disse o volante Pierre, lamentando a permanência na zona de rebaixamento por mais uma rodada.

Entre para a Torcida Virtual e ajude sua equipe a dominar o ranking

Jogando diante de sua torcida e mais pressionado pela colocação ruim no Brasileirão, o Atlético-MG teve mais iniciativa de jogo, tanto que teve mais posse de bola e finalizou mais vezes. Já o Flamengo foi mais perigoso nos contra-ataques, obrigando o time mineiro a fazer mais faltas. Tanto que o volante Serginho foi expulso aos 43 minutos, dando ao Flamengo a chance de vencer o jogo. Porém Renan Ribeiro estava em grande noite e garantiu o empate.

“É dedicando que vamos sair da má fase. É treinando e mantendo a cabeça fria que vamos conseguir”, comentou Ronaldinho Gaúcho, depois da décima partida sem vitória.

O jogo
Os primeiros minutos de partida foram de pressão do Atlético-MG. Empurrado pela torcida e com dois jogadores abertos nas pontas, Bernard e Wesley, o time da casa ficou mais no campo de ataque e dava poucos espaços para o Flamengo. A melhor oportunidade foi com Magno Alves, que acertou a trave de Felipe depois de cruzamento de Serginho.

Com dificuldades para tocar a bola, o Flamengo tentava de fora da área. Primeiro com Jael e depois com Renato Abreu, que pegou melhor na bola, mas mandou para fora do gol. A partir de então a partida ficou mais equilibrada, mas sem nenhuma grande oportunidade. O Atlético-MG ainda jogava no campo de ataque, enquanto o Flamengo esperava pelo contra-ataque.

O time atleticano conseguiu ameaçar o gol de Felipe com Magno Alves e Réver, mas ambos cabecearam a bola para fora aos 22 e 41 minutos, respectivamente. Já o Flamengo esteve muito de abrir o placar em contra-ataque puxado por Ronaldinho Gaúcho, mas o cruzamento de Thiago Neves foi cortado por Leonardo Silva.

O segundo tempo começou bem diferente do primeiro. Logo aos quatro minutos o Atlético-MG abriu o placar com Daniel Carvalho. O camisa 83 cobrou falta no canto de Felipe e surpreendeu o goleiro flamenguista, que esperava a bola por cima da barreira. O gol atleticano acordou o Flamengo, que partiu em busca do empate e tomou conta da partida.

Thiago Neves teve ótima chance aos 11 minutos, depois de receber o passe de Ronaldinho Gaúcho. O camisa 7 do Flamengo só não contava com a boa chegada do zagueiro Réver, tirou a bola em cima da linha. Dois minutos depois a defesa errou a linha de impedimento e o goleiro Renan Ribeiro fez grande defesa. Só que aos 16 minutos o Atlético-MG não conseguiu evitar o gol flamenguista.

Ronalinho Gaúcho recebeu a bola na entrada da área e contou com o desvio na defesa atleticana para empatar a partida. O que se viu a partir de então foi um jogo aberto, com o Atlético-MG mais presente no ataque o e o Flamengo perigoso a cada contra-ataque. As disputa por espaço e a tensão do momento dificultaram o lado das duas equipes.

Menos pressionado, o Flamengo foi melhor nos minutos de partida e só não venceu por conta do goleiro Renan Ribeiro, que fez grande defesa em chute de Deivid aos 41 minutos. Serginho ainda foi expulso aos 43 minutos, dando ao Flamengo campo e oportunidade para definir o jogo. Só que Renan Ribeiro, mais uma vez, evitou o gol do flamenguista Leonardo Moura.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-MG 1 X 1 FLAMENGO

Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG
Data: 21 de setembro de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (horário de Brasília)
Renda: R$ 144.590,00
Público: 13.849 pagantes
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP)
Auxiliares: Erich Bandeira (PE) e Vicente Romano Neto (SP)
Cartões Amarelos: Fillipe Soutto e Pierre (CAM); Alex Silva e Ronaldinho Gaúcho (FLA)
Cartão Vermelho: Serginho (CAM)

GOLS:
ATLÉTICO-MG: Daniel Carvalho, aos 4 minutos do segundo tempo
FLAMENGO: Ronaldinho Gaúcho, aos16 minutos do segundo

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Serginho, Réver, Leonardo Silva e Triguinho; Pierre (Dudu Cearense), Fillipe Soutto, Bernard e Daniel Carvalho; Wesley (André) e Magno Alves (Renan Oliveira).
Técnico: Cuca.

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura, Alex Silva, Welinton e Júnior César; Aírton (Botinelli), Willians, Renato e Thiago Neves (Negueba); Ronaldinho Gaúcho e Jael (Deivid).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Leia tudo sobre: Atlético-MGFlamengoBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG