Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG bate o América-MG e fica próximo da final do Mineiro

Time atleticano só não decide o estadual se for derrotado por três ou mais gols de diferença no sábado

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

O Atlético-MG deu um passo importante para garantir sua vaga na final do Campeonato Mineiro. O time alvinegro venceu o América-MG por 3 a 1, com gols de Patric, Neto Berola e Serginho. Gabriel fez o único gol americano em Sete Lagoas. Se antes o Atlético-MG jogava por dois empates, agora a equipe do técnico Dorival Júnior pode até perder por dois gols de diferença que vai decidir o estadual com o Cruzeiro, também muito perto da decisão.

AE
Lateral Patric comemora o primeiro gol do Atlético-MG no jogo

O jogo
Sem Magno Alves, o técnico Dorival Júnior optou em jogar com Ricardo Bueno. Mas desde o começo da partida a escolha pareceu errada. O centroavante atleticano não dava sequência nas jogadas e tinha dificuldades até mesmo para dominar a bola. Aproveitando a fragilidade ofensiva do Atlético-MG, o América-MG jogava mais avançado e ficou perto de abrir o placar em duas oportunidades. Primeiro com Irênio, que chutou por cima do gol de Renan Ribeiro, e depois com Gabriel, que acertou a trave em uma cabeçada.

O melhor momento do Atlético-MG nesse período saiu dos pés de Renan Oliveira. O camisa 8 chutou colocado e o goleiro Flávio fez boa defesa, mas deu rebote. Ricardo Bueno pegou a sobre e chutou com força, mas novamente o goleiro do América-MG estava bem colocado e evitou o gol atleticano. Apesar das chegadas do time alvinegro ao ataque, era o América-MG quem estava mais próximo do gol.

nullE foi o que ocorreu aos 22 minutos. Em mais um escanteio o zagueiro Gabriel ganhou de Serginho e cabeceou sem chances para Renan Ribeiro. Se com o empate o Atlético-MG já tinha dificuldades para jogar, com o resultado negativo a equipe de Dorival Júnior passou a sentir a pressão do resultado e errar ainda mais. Tanto que Ricardo Bueno durou apenas mais alguns minutos em campo e saiu para a entrada de Neto Berola.

Mesmo ficando mais no chão do que em pé, o atacante deu novo ânimo ao Atlético-MG. A equipe atleticana passou a chegar com mais freqüência, no entanto ainda sem ameaçar o gol de Flávio. Até que Renan Oliveira deu um belo passe para Patric, que dentro da área deixou o marcador no chão antes de bater no ângulo, com a perna esquerda. Era o empate do Atlético-MG num golaço.

Os detalhes que faltavam para se acertar com a entrada de Neto Berola, Dorival arrumou no vestiário. No segundo tempo o Atlético-MG não deu chances ao América-MG. Bem postado na defesa com velocidade nos contra-ataques, o time atleticano chegava com facilidade ao gol de Flávio. A primeira boa chance foi de Mancini, aos quatro minutos, mas o meia-atacante chutou para fora, mesmo sozinho com o goleiro.

O gol da virada foi aos dez minutos, com Neto Berola. O baixinho foi deixado de lado em cobrança de escanteio e aproveitou para marcar depois de desvio do zagueiro Leonardo Silva. Renan Oliveira e o próprio Neto Berola tiveram boas chances, mas ambos chutaram para fora. O gol da tranquilidade, o terceiro do Atlético-MG, foi marcado por Serginho, de cabeça, aos 24 minutos.

A partir de então o Atlético-MG passou a tocar a bola, fazer o tempo passar e esperar pelo final da partida. Com o triunfo por 3 a 1, basta ao time atleticano não ser derrotado por três gols de diferença para chegar à sua quinta final consecutiva. A próxima partida está marcada para o sábado, às 18h30, na Arena do Jacaré.

FICHA TÉCNICA – AMÉRICA-MG 1 X 3 ATLÉTICO-MG
Local: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG
Data: 24 de abril de 2011, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Renda: R$ 70.935,00
Público: 2.808 pagantes
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Carlos Berkembrock (SC) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)
Cartões Amarelos: Otávio e Dudu (AME); Guilherme Santos, Neto Berola, Renan Ribeiro, Leonardo Silva e Toró (CAM)

GOLS:
AMÉRICA-MG: Gabriel, aos 22 minutos do primeiro tempo
ATLÉTICO-MG: Patric, aos 47 minutos do primeiro tempo, Neto Berola, aos 10, e Serginho, aos 24 minutos do segundo tempo

AMÉRICA-MG: Flávio; Sheslon (Nando), Otávio, Gabriel e Rodrigo; Dudu, Leandro Ferreira, Irênio (Euller) e Camilo (Davi Ceará); Luciano e Fábio Júnior. Técnico: Mauro Fernandes

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Patric, Réver, Léo Silva e Guilherme Santos; Fillipe Soutto, Serginho, Giovanni Augusto (Toró) e Renan Oliveira; Mancini (Daniel Carvalho) e Ricardo Bueno (Neto Berola). Técnico: Dorival Júnior

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG