Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG apresenta Guilherme como seu presente de aniversário

Atacante volta a trabalhar com Dorival e se inspira em Marcinho, um ex-cruzeirense que foi bem no rival

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Anunciado como o presente de aniversário do Atlético-MG, que completa 103 anos nesta sexta-feira, o atacante Guilherme vestiu a camisa alvinegra pela primeira vez na carreira. Depois de passar seis anos na Toca da Raposa, entre base e profissional, o jogador se mostra bem tranquilo sobre o fato de voltar ao Brasil justamente para o clube rival do Cruzeiro.

Para vencer com a camisa do Atlético-MG, Guilherme se inspira em outro ex-cruzeirense que fez sucesso no Atlético-MG. O meia Marcinho jogou no clube alvinegro em 2006 e 2007, se tornando um dos jogadores mais importantes da equipe durante o período, inclusive marcando gol em clássico.

“Gosto de citar o Marcinho, que foi criado no Cruzeiro e teve uma passagem muito boa pelo Atlético. Tenho ele como referencia, que foi campeão brasileiro com o Cruzeiro, veio aqui e deu conta do recado. É o jogador mais recente em que me espelho e espero fazer muito mais do que ele fez”.

Divulgação
Guilherme foi apresentado como jogador do Atlético-MG nesta sexta-feira
Além do peso de ser o presente de aniversário para a torcida atleticana, Guilherme diz que sua responsabilidade no Atlético-MG ficou ainda maior a partir do momento que o presidente Alexandre Kalil foi até a Ucrânia para contratá-lo. O mandatário atleticano ficou quatro dias em Kiev, negociando com o Dínamo a compra do jogador, por cerca de R$ 14,2 milhões.

“A responsabilidade já existiria mesmo se ele não tivesse ido e feito todo esse esforço. Mesmo assim, eu teria que dar a retribuição, então, me sinto honrado porque sei que foi uma viagem desgastante que ele fez para a Ucrânia e uma negociação muito difícil. Então, me sinto honrado e preparado para dar retorno em campo. Espero poder dar esse retorno ao clube com gols e títulos”.

No retorno ao Brasil, Guilherme reencontra o técnico Dorival Júnior. Apesar de ter sido lançado na equipe principal do Cruzeiro por Paulo Autuori, foi com Dorival que Guilherme se firmou como titular e disputou o seu primeiro Campeonato Brasileiro, em 2007. Voltar a trabalhar com o treinador que lhe deu chance de jogar é um fato importante para Guilherme, que acredita que isso vai facilitar sua adaptação ao novo clube.

“Foi o Dorival que me deu corpo. Foi o momento em que tive mais confiança no (elenco) profissional, para me manter. É tudo um contexto, um conjunto. Voltar para Belo Horizonte, para um clube grande, já conhecer o Maluf, enfim, estou muito feliz. Não poderia ser melhor com o Dorival, que é um treinador que já conheço. Tudo favorece para que eu possa render mais que o esperado”.

Leia tudo sobre: Atlético-MGGuilhermeMercado da Bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG