Time goianiense tem se recuperado no Campeonato Brasileiro e dessa vez conseguiu a vitória por 3 a 1

null

O Atlético Goianiense continua subindo na classificação do Campeonato Brasileiro 2011 com sua surpreendente campanha de recuperação. A vítima da vez foi o Coritiba , que perdeu por 3 a 1 no Estádio Serra Dourada, em um duelo particular nas posições intermediárias. Com o resultado, o Atlético vai a 28 pontos, tentando se consolidar no G10, enquanto o time paranaense estaciona em 26 pontos.

Depois de dominar grande parte da primeira etapa, o Coritiba recebeu um balde de água fria aos 33 minutos. O goleiro Márcio cobrou pênalti e abriu o placar. Depois do intervalo, em jogada confusa, Edson Bastos errou e a bola bateu em Agenor antes de entrar, para festa dos rubro-negros. Aos 40 minutos, Anderson Aquino descontou. Ainda deu tempo para, nos acréscimos, Anselmo marcar.

Na próxima rodada, o Atlético Goianiense terá pela frente o Fluminense, sábado, em partida marcada para o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta redonda. Já o Coritiba recebe o Corinthians, no domingo, no Estádio Couto Pereira, na capital paranaense.

Atlético-GO conseguiu superar o Coritiba em casa
Futura Press
Atlético-GO conseguiu superar o Coritiba em casa

O jogo
Mesmo longe de seus domínios, o Coritiba mostrava mais ação e tomou a iniciativa da partida. Aos dois minutos, cobrança de falta para Léo Gago que carimbou a barreira. Aos seis minutos, após cruzamento de Jonas, Gílson desviou contra o próprio patrimônio e por pouco não fez gol contra. Em um raro ataque, o rubro-negro tentou chegar em cabeçada de Agenor, que desviou pela linha de fundo, sem perigo.

Além da velocidade, o Coritiba tentava explorar os chutes de longa distância. O primeiro a tentar foi Leandro Donizete, aos 18 minutos, com um arremate para fora. Dois minutos depois, William soltou o petardo e acertou o travessão. O poste também foi o destino de uma pancada de Marcos Aurélio, aos 22 minutos. O Atlético-GO acordou e, aos 26 minutos Vitor Júnior chutou rasteiro para defesa de Edson Bastos.

Rafael Cruz foi derrubado na área por Pereira, aos 32 minutos, e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, o goleiro Márcio balançou as redes para abrir o placar. O Coritiba tentou responder com Marcos Aurélio, aos 40 minutos, em cobrança de escanteio fechada que deu trabalho para o arqueiro goiano. Aos 41 minutos, o atacante tentou surpreender desviando cruzamento de Jonas e Márcio colocou pela linha de fundo.

Na segunda etapa, as equipes voltaram sem mudanças e novamente com o Coritiba pressionando. Logo no primeiro minuto, Jonas, com apenas o goleiro a sua frente, perdeu um gol incrível. O Atlético-GO marcava forte e impedia as investidas do adversário. Aos sete minutos, Bill partiu para a jogada individual e foi travado pela defesa. O Atlético levava perigo também na frente. Aos 11 minutos, Juninho arrematou e a bola raspou a trave.

Apesar de superior, o Coritiba não estava em uma noite feliz. Aos 18 minutos, depois de confusão na área, Edson Bastos saiu errado, Agenor e Pereira estavam na jogada e empurrar para dentro das redes. Aos 22 minutos, Leandro Donizete mandou o petardo de longe, à esquerda da meta. Uma bomba de Bill, aos 30 minutos e Márcio fez grande defesa, contando ainda com erro de Rafinha no rebote.

Assim como fez em boa parte da partida, o Coritiba pressionava, mas não conseguia chegar a seu primeiro gol. Rafinha mandou uma pancada, aos 33 minutos e o goleiro cedeu escanteio. Após a cobrança, Pereira desviou e Rafael Cruz salvou no meio do caminho para o gol. Aos 40 minutos, aproveitando rebote do goleiro, Anderson Aquino diminuiu o prejuízo para o Coritiba, mas já era tarde. Não pra Anselmo, que fechou a contagem, nos acréscimos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.