Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético vence Democrata-GV e consegue reabilitação no Mineiro

Com a vitória que veio após fase ruim, o clube chegou aos 20 pontos e assumiu a vice-liderança do campeonato

Gazeta Esportiva |

O Atlético-MG conseguiu a reabilitação no Campeonato Mineiro, depois de uma série de jogos ruins pela competição estadual e pela Copa do Brasil. O Galo venceu o Democrata-GV por 3 a 1, no estádio Mamudão, em Governador Valadares. Com o resultado o alvinegro chegou a 20 pontos e assumiu a vice-liderança. Os gols do Atlético-MG foram anotados por Magno Alves, Réver e Neto Berola, enquanto Fernandão descontou para a Pantera.

Como a fase do clube não era boa, o técnico Dorival Júnior resolveu mudar várias peças no time atleticano. O Atlético-MG apresentou como novidades o lateral-esquerdo Guilherme, o volante Felipe Souto e o armador Jackson. Além disso, a diretoria do clube já havia anunciado a dispensa do volante Zé Luís e do armador Ricardinho.

Na próxima rodada o Atlético-MG vai enfrentar a Caldense, que ocupa a oitava colocação com oito pontos. A partida será disputada no estádio Ronaldão, no Sul de Minas. Já o Democrata-GV, que é o vice-lanterna do Mineiro, vai duelar contra o América-MG, no próximo final de semana, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas.

O jogo - Mesmo precisando da vitória para espantar a fase ruim o Atlético-MG começou a partida de forma lenta, trocando passes no campo de defesa. No primeiro lance de perigo da equipe, aos dez minutos, Magno Alves recebeu lançamento perfeito de Renan Oliveira e por cobertura mandou para o fundo das redes abrindo o placar para o Galo.

Após o gol o time atleticano se soltou mais no jogo e passou a criar mais jogadas ofensivas, e a levar mais perigo à meta do goleiro Vilar. Aos 17, Renan Oliveira recebeu assistência de Felipe Soutto e bateu prensado, quase marcando o segundo do Atlético-MG. Logo em seguida veio o troco dos donos da casa com Amílton, que driblou o zagueiro Réver e cruzou para área, mas ninguém do Democrata-GV chegou para marcar.

Sem conseguir apresentar um padrão de jogo e desorganizado taticamente o Democrata-GV não conseguiu levar perigo à meta do goleiro Rena Ribeiro. Aos 25, o Galo chegou mais uma vez com Magno Alves, que tentou o chute de fora da área, para a defesa de Villar, no rebote Ricardo Bueno, desperdiçou boa chance.

Com maior volume de jogo, o Atlético-MG joga bem e permanece com a bola no campo de ataque durante praticamente todo o tempo. Aos 32, depois de cobrança de escanteio, o zagueiro Réver subiu de cabeça, mas testou para fora. Com pressão total do Galo aos 35, não teve jeito, depois de jogada de Magno Alves, o zagueiro Réver apareceu mais uma vez no campo de ataque e marcou o segundo tento do Galo.

Gazeta Press
Magno Alves comemora gol do Atlético sobre o Democrata em vitória que levou a equipe à vice-liderança

Aos 39, o Democrata-GV mostrou poder de reação, com Fernandão, que aproveitou rebote do goleiro Renan Ribeiro e diminuiu o placar para a Pantera. Apesar do gol dos donos da casa, o Atlético-MG não se abateu e continuou a exercer pressão até o final do primeiro tempo.

O Atlético-MG voltou para a etapa complementar apresentado bom ritmo jogo, e logo aos sete minutos, o garoto Felipe Sotto tentou acertar o ângulo do arqueiro da Pantera, mas errou o alvo. Após os dez primeiros minutos do segundo tempo, o Democrata-GV resolveu jogar e passou a arriscar nos contra-ataques. Aos 15, depois de cobrança de falta, Sílvio testou forte para o gol, mas a bola passou raspando a trave de Renan Ribeiro.

No minuto seguinte, o Galo deu o troco com o lateral Guilherme, mas Villar fez defesa sensacional e no rebote o atacante Neto Berola desperdiçou a chance de marcar o terceiro do Atlético-MG. Aos 22, o volante Marden foi expulso facilitando a vida dos atleticanos. Aos 32, Neto Berola foi derrubado dentro da área e o árbitro Emérson de Almeida Ferreira marcou pênalti para o Galo.

O próprio Neto Berola foi para a cobrança e marcou o terceiro do Atlético-MG dando mais tranquilidade para equipe. Mesmo em desvantagem no placar e com um homem a menos, a Pantera não desistiu de jogar e aos 37, o lateral Cláudio fez jogada individual e bateu cruzado, mas a bola desviou e foi para fora. Após este lance o Galo administrou o jogo até o fim e segurou a vitória.

FICHA TÉCNICA
DEMOCRATA-GV 1 X 3 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Mamudão, em Governador Valadares
Data: 3 de abril de 2011, domingo
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Emérson de Almeida Ferreira (MG)
Assistentes: Pablo Almeida Costa e Breno Rodrigues (ambos de MG)

Cartões amarelos: (Democrata-GV) Vander, Fernandão, Renê, Marden, Ernane, Ely Tadeu e Serginho (Atlético-MG) Magno Alves, Felipe Soutto, Renan Oliveira, Patric e Neto Berola
Cartão vermelho: (Democrata-GV) Marden

Gols: Democrata-GV: Fernandão aos 39 minutos do primeiro tempo.
Atlético-MG: Magno Alves, aos dez e Réver aos 35, minutos do primeiro tempo. Neto Berola aos 33 minutos do segundo tempo.

DEMOCRATA-GV: Vilar; Lúcio, Silvio e Marden; Cláudio, Rogério, Vander (Serginho), Renê (Ely Tadeu) e Ernane; Amilton e Fernandão (Adriano)
Técnico: José Maria Pena

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Rafael Cruz (Patric), Réver, Leonardo Silva e Guilherme; Felipe Soutto (Wendel), Serginho e Renan Oliveira; Magno Alves e Ricardo Bueno (Neto Berola)
Técnico: Dorival Júnior

Leia tudo sobre: campeonato mineiro 2011atlético-mg

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG