Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras confirma pagamento de parcela a Lincoln

Diretor de futebol Wlademir Pescarmona informou que clube de Palestra Itália efetuou pagamento de 250 mil euros (cerca de R$ 600 mil)

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861939314&_c_=MiGComponente_C

O Atlético-PR conseguiu uma vitória contra o Palmeiras com um gol de Nieto aos 39 minutos do segundo tempo e arrancou um resultado essencial na briga por uma vaga no G4 do Brasileirão.

Com o triunfo, o time paranaense ficou com 50 pontos, a quatro do Botafogo, o pior time na zona de Libertadores. Já a equipe paulista estacionou nos 47 pontos e praticamente deu adeus à briga pela classificação à competição continental via Campeonato Brasileiro. Resta, agora, brigar por uma vaga sendo competição da Copa Sul-Americana. 

O time paulista sofreu na ligação entre o seu campo de defesa com seus atacantes. Lincoln ficou muito bem marcado e pouco fez para mudar a situação, tanto que foi substituído por Pierre. Marcos Assunção teve duas chances na batida de falta e a bola parou na barreira e nas mãos de Neto. Deola merece o destaque por ter feito, pelo menos, três boas defesas.

Do outro lado, o time do Atlético-PR também errou muito na criação e mostrou que sofre muito sem Branquinho. Paulo Baier foi o nome do jogo com batidas de falta e também sendo o autor do gol anulado. Quando tudo parecia perdido, Nieto deu a alegria aos quase 20 mil presentes na Arena da Baixada.

O próximo duelo palmeirense é contra o Guarani na Arena Barueri, neste domingo, às 19h30. Exatamente no mesmo dia e horário, Atlético-PR viaja até o Rio de Janeiro para jogar contra o Flamengo.

Vídeo: Veja o único gol na Arena da Baixada


O jogo
O Palmeiras ensaiou uma pressão logo no início do jogo, mas errou na hora de finalizar. Lincoln e Tadeu desperdiçaram oportunidades dentro da área. Aos 4 minutos, os donos da casa responderam com lance muito perigoso. Ivan González aproveitou sobra da zaga e, enquanto seus companheiros reclamavam de pênalti em cima de Bruno Mineiro, disparou a bomba para excelente defesa de Deola no centro do gol.

Aos 22 minutos, o Palmeiras voltou a ter problemas com a arbitragem. Danilo recebeu bola em posição legal e tocou para Tadeu, que também estava na mesma linha. O atacante chutou duas vezes e conseguiu balançar as redes do Atlético-PR. Dibert Pedrosa viu posição irregular e marcou impedimento. Um minuto depois, Paulo Baier respondeu com um belo chute da entrada da área.

Fabiano da Silva Ramires, o outro assistente, também teve seu erro. Aos 34 minutos, Paulo Baier recebeu bola em posição legal dentro da grande área, dominou no peito e só tocou na saída de Deola. A bandeirinha já estava levantada logo no domínio do meia. Foi a vez do Atlético-PR reclamar da arbitragem. Cinco minutos depois, o camisa 10 do time curitibano criou nova chance, desta vez, na bola parada. Deola foi bem mais uma vez e evitou o gol, assim como faria quatro minutos depois em outra falta.

O segundo tempo começou e a falta de qualidade foi predominante nos primeiros 14 minutos. Chutões, passes errados e trombadas de jogadores do mesmo time dominaram esse trecho do jogo. Foi então que Chico resolveu bater de fora da área e forçou Deola a fazer boa defesa. Nieto, Marcelo e Clayton foram as opções de Soares para tentar movimentar o jogo. Netinho, Bruno Mineiro e Vitor foram substituídos.

As trocas não tiveram resultado imediato para o Atlético-PR, assim como a mudança de Felipão. Lincoln deixou o campo para a entrada de Pierre, que tem claras dificuldades na hora de criar.

O jogo parecia terminar no 0 a 0 até que, aos 39 minutos, Nieto entrou na grande área e tirou o zero do placar com um belo toque de primeira. O resultado acabou punindo um Palmeiras que só pensava no empate na Arena da Baixada. 


FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-PR 1 X 0 PALMEIRAS

Local:
Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 04 de novembro de 2010, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises (Fifa/RJ) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Público: 19.749 pagantes
Renda: R$ 334.410,00
Cartão amarelo: Lincoln e Tadeu (PAL)

GOL:
ATLÉTICO-PR:
Nieto, aos 39 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Neto; Wagner Diniz, Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Chico, Vitor (Clayton), Netinho (Nieto) e Paulo Baier; Ivan González e Bruno Mineiro (Marcelo)
Técnico: Sérgio Soares

PALMEIRAS: Deola; Márcio Araújo, Danilo, Fabrício e Gabriel Silva; Edinho, Tinga (Vinicius), Marcos Assunção e Lincoln (Pierre); Luan e Tadeu (Ewerthon)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG