Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético Paranaense atropela o Bahia e garante a classificação

Com um primeiro tempo arrasador, equipe goleou por 5 a 0 e está nas quartas de final da Copa do Brasil

Gazeta |

Com um primeiro tempo arrasador, o Atlético Paranaense goleou o Bahia por 5 a 0, pelo jogo de volta da Copa do Brasil, na Arena da Baixada, em Curitiba, e garantiu a vaga para as quartas de final da competição. No primeiro encontro, 1 a 1 no Estádio Pituaçu, em Salvador.

O time rubro-negro abriu o placar aos 21 minutos, em jogada de bola parada. Paulo Baier cobrou falta e contou com um desvio da defesa no meio do caminho para balançar as redes. Quatro minutos depois, em bola saída dos pés do maestro, Manoel desviou para ampliar. De cabeça, Rafael Santos fez o terceiro, aos 34 minutos. De pênalti, Paulo Bater deixou mais um. Na segunda etapa, Adaílton fez o seu aos seis minutos.

Na próxima fase, o Atlético Paranaense terá pela frente o vencedor do confronto entre Náutico e Vasco da Gama. Antes, as atenções se voltam para o Campeonato Paranaense 2011, onde o time tem um clássico decisivo diante do Coritiba, domingo, na Arena.

Gazeta Press
Paulo Baier corre para a torcida após marcar de pênalti na Arena da Baixada

O jogo
Mostrando muita disposição desde o apito inicial, o meia Paulo Baier já levantou o torcedor no primeiro minuto, em jogada individual que terminou em chute para defesa firme de Omar. Aos três minutos, novamente o maestro rubro-negro arriscou e o goleiro tricolor fez linda defesa, cedendo escanteio. Depois do ímpeto dos primeiros minutos, o Atlético passou a a parar na marcação baiana, além de errar muitos passes.

O Bahia não assustava no campo de ataque, apenas assistira o Atlético jogar e errar. Aos 12 minutos, Branquinho arriscou o chute, totalmente sem direção. Se com a bola rolando estava dificil para o time da casa, Paulo Baier resolveu com ela parada. Aos 21 minutos, o meia cobrou falta, a defesa desviou empatou o goleiro Omar, que só acompanhou a bola entrar. Não demorou para os paranaenses ampliarem. Aos 25 minutos, Baier cobrou falta na área e Manoel desviou para o gol.

O time tricolor finalmente acordou e, por necessidade, saiu par ao jogo. Aos 26 minutos, Maúricio mandou um petardo e carimbou a trave. Mas o jogo ficou ainda melhor para o Atlético. Aos 34 minutos, Branquinho cruzou e Rafael Santos, sem marcação, cabeceou para o fundo das redes. Cinco minutos depois, Adaílton foi derrubado pelo goleio. Pênalti. Na cobrança, Paulo Baier fez mais um.

Depois do intervalo, o Bahia ensaiou uma pressão. Aos dois minutos, Robert cruzou fechado na área e Rafael Santos afastou. Porém, logo o jogo voltou ao normal e, aos seis minutos, Adaílton aproveitou cochilo da defesa pra dominar e mandar a bomba no ângulo. Com o resultado garantido, Adílson Batista começou a usar o banco de reservas. Aos 11 minutos, Camacho arriscou de longe e Renan Rocha finalmente trabalhou.

O ritmo caiu bastante, com o time da casa administrando e o time tricolor desanimado. Aos 16 minutos, Paulo Baier cobrou escanteio, Rafael Santos desviou e Omar agarrou. Quase a história se repetiu. Na resposta, Marcos fez o levantamento e Marconi desviou pela linha de fundo. Aos 25 minutos, sem muitas pretensões, Marcos chutou de muito longe e isolou.

Nas arquibancadas, o torcedor, já projetando o Atletiba de domingo, se empolgava e gritava 'olé', enervando os adversários. Aos 31 minutos, Paulo Baier, grande destaque do jogo, brigou pela bola na área e arrematou para fora, com perigo. Aos 34 minutos, Rafael mandou a bomba pra defesa de Renan Rocha. Bater tentou deixar mais um nas redes em cobrança de falta aos 44 minutos, mas Omar defendeu.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-PR 5 X 0 BAHIA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 20 de abril de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock e Tatiana Jacques de Freitas (ambos de RS)
Público: 14.037 pagantes
Renda: R$ 198.260,00

Cartões amarelos: Branquinho, Rômulo, Adaílton, Rafael Santos (Atlético-PR); Camacho, Omar, Souza e Lulinha (Bahia)

Gols: ATLÉTICO-PR: Paulo Baier, aos 21 e aos 40, Manoel, aos 25, e Rafael Santos, aos 34 minutos do primeiro tempo; Adaílton, aos seis minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Renan Rocha, Rômulo (Wendel), Manoel, Rafael Santos e Paulinho; Deivid, Robston, Paulo Baier e Branquinho (Mádson); Guerrón (Lucas) e Adaílton. Técnico: Adilson Batista

BAHIA: Omar; Marcos (Jancarlos), Titi, Thiego e Dodô; Marcone, Hélder, Camacho e Mauricio; Robert (Lulinha) e Souza (Rafael). Técnico: Renê Simões

Leia tudo sobre: atlético-prbahiacopa do brasil 2011p.baieradailton

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG