Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético Paranaense abre ¿caça¿ aos torcedores do interior

Clube inicia campanha por Ponta Grossa, reduto do rival Coritiba, e onde atua na quarta contra o Operário

Altair Santos, iG Curitiba |

O Atlético-PR inicia nesta terça-feira a campanha “Atlético, Paranaense igual a você”. Trata-se de uma ação de marketing para recrutar sócios-torcedores no interior do estado. O projeto começa em Ponta Grossa, onde na quarta-feira a equipe atua pela 4.ª rodada do Campeonato Paranaense. “Não queremos que o Atlético seja o time da moda. Queremos que seja o time do coração dos paranaenses”, destaca Henrique Gaede, do conselho administrativo do clube.

Para testar o potencial da campanha, o Atlético-PR escolheu um reduto do rival. Ponta Grossa é uma cidade com forte colonização alemã e concentra algumas das maiores torcidas do Coritiba fora da capital. A ponto de o recorde de público no estádio Germano Kruger pertencer a um jogo Operário x Coritiba. Em 13 de abril de 1975, 18.562 torcedores assistiram Operário 2 x 3 Coritiba. “Temos uma expressiva massa torcedora em todos os cantos do Paraná”, rebate Gaede.

Em cada jogo que fará no interior, o Atlético-PR levará uma caravana de marketing.
O projeto quer atingir principalmente os públicos infantil e feminino, segmentos em que o clube tem dados que mostram crescimento. Uma campanha é o “Baby CAP”, onde o clube envia um kit à maternidade do recém-nascido cujos pais sejam atleticanos. A outra é o “Agente Secreto”. Neste caso, o clube flagra alguém vestindo a camisa do Atlético-PR nas ruas da cidade e concede um presente ao torcedor.

O Atlético-PR, segundo recentes pesquisas, é o clube paranaense com a maior torcida no Paraná. De acordo com o instituto Paraná Pesquisas, entre os paranaenses que torcem ou simpatizam pelas equipes da capital, 25% se dizem atleticanos, enquanto o Coritiba tem a preferência de 15% e o Paraná Clube de 7%. O problema é que no interior do estado prevalecem as torcidas por clubes de São Paulo e do Rio Grande do Sul. “Achamos que dá para reverter esse quadro”, avalia Henrique Gaede.

As ações serão realizadas na véspera do dia dos jogos do Atlético-PR. Depois de Ponta Grossa, o calendário prevê:

1º/2 – Cascavel
12/2 – Paranavaí
5/3 – Arapongas
12/3 – Irati
23/3 – Apucarana
9/4 – Cianorte
30/4 - Paranaguá

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG