Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atletas do América-MG lamentam gol sofrido no fim do jogo

Em Florianópolis, equipe mineira vencia o Avaí por 2 a 1 até sofrer o empate nos instantes finais

Gazeta |

Os jogadores do América-MG lamentaram o gol de empate sofrido no finalzinho do jogo contra o Avaí, na Ressacada, que impediu a reabilitação do América no Campeonato Brasileiro. O armador Fabrício, que reestreou com a camisa americana, admitiu que a equipe ficou muito recuada no fim da partida, e não suportou a pressão dos catarinenses.

Segundo ele, o América-MG poderia ter conquistado um resultado melhor. "A gente teve o jogo nas mãos e no final ficamos muito atrás, pela pressão que eles propuseram durante a partida. Infelizmente tomamos o gol já nos acréscimos, estão todos tristes hoje [sábado], porque o América-MG poderia sair com uma situação melhor", declarou Fabrício.

O atacante Alessandro, autor de um dos gols do América-MG, e artilheiro do Brasileiro, junto com Anderson Aquino, do Coritiba, Bernardo, do Vasco e Borges, do Santos, todos com três tentos anotados, lamentou o gol sofrido no apagar das luzes.

"Graças a Deus, hoje [sábado] pude fazer um gol. Tive a oportunidade, mas no último lance pecamos e acabamos tomando o gol de empate que prejudicou a reabilitação que seria muito importante para a gente ganhar confiança, nesta sequência de campeonato", disse Alessandro, que acredita que o time do americano fez uma boa partida.

"Acho que o time jogou bem, mas não está sendo o suficiente para fazer o resultado. Então temos que levantar a cabeça e procurar não cometer mais erros para sairmos vitoriosos", concluiu o atacante.

Leia tudo sobre: américa-mgbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG