Tamanho do texto

Em Varsóvia, palco da abertura do torneio em 2012, grupo feminista Femen criou mascotes alternativas para o torneio

Integrantes da organização feminista ucraniana Femen protestaram nesta quinta-feira em Varsóvia, palco da abertura da Eurocopa de 2012 que será disputada em junho e julho na Polônia e na Ucrânia, contra o turismo sexual, a prostituição e a venda de bebidas alcoólicas nos estádios. Mulheres simulando ato sexual, e de com os seios de fora, foram batizadas de Blyadek e Blyadko, as mascotes alternativas da Euro-12, que gostam de sexo, futebol e álcool.

Não foi a primeira vez que o grupo fez protestos contra a Eurocopa. Em fevereiro, em Kiev (palco da final), ativistas ficaram de topless em uma das principais praças da capital ucraniana . Na entrevista coletiva realizada nesta quinta, representantes do Femen dizem temer o aumento do número de garotas de programa nas cidades que receberão o evento. São esperados turistas de todo o mundo para ver a segunda competição de seleções mais importantes do mundo.

Mulheres contratadas por grupo feminista simulam bebedeira e sexo em protesto à Euro
AFP
Mulheres contratadas por grupo feminista simulam bebedeira e sexo em protesto à Euro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.