Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atacantes do Fla terão missão de fazer a torcida esquecer Adriano

Números do Imperador são bem melhores do que todas as opções à disposição do técnico Vanderlei Luxemburgo

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

AE
Wanderley tem a melhor média de gols entre os atacantes do atual elenco
Com a contratação de Adriano praticamente acertada pelo Corinthians, a pressão sobre os atacantes do Flamengo deve aumentar ainda mais. Para não deixar que isso perturbe o time, o técnico Vanderlei Luxemburgo resolveu bancar seus quatro atacantes do elenco: Wanderley, Deivid, Diego Maurício e Negueba.

Mas os números mostram que eles vão sofrer para diminuir o impacto da decisão da diretoria de não contratar o Imperador.

Adriano voltou ao Flamengo em maio de 2009. Em um ano, disputou 48 jogos e marcou 34 gols, com uma média de 0,7 gol por jogo. Nesse período, foi artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2009, com 19 gols, conquistando o título da competição. Em 2010, ano considerado ruim para o jogador, ele fez 15 gols em 18 jogos, mas perdeu o Carioca para o Botafogo e caiu nas quartas de final da Copa Libertadores.

No atual elenco, o atacante com melhores números é Wanderley, atual titular do time, que estará em campo domingo, às 16h, contra o Madureira, em Macaé, pela quinta rodada da Taça Rio. Ele fez cinco gols em 11 jogos no ano, com 0,45 de média.

Em 2011, nos 17 jogos disputados, Luxemburgo ainda usou Deivid, que tem 0,33 gol por jogo no ano e 0,27 no total com a camisa do Flamengo, Diego Maurício, com 0,4 este ano e 0,25 no total, e Negueba, com 0,22 no ano e 0,16 no total.

Capítulo à parte na história, Ronaldinho Gaúcho, usado como centroavante pelo treinador, marcou cinco gols em 10 jogos, com média de 0,5 gol por jogo, mas ainda distante de Adriano.

"Mesmo antes de sair a informação de que ele estaria voltando, quem entrava, sempre dava conta porque os resultados foram bons e o ataque funcionava. Sabemos que a torcida gosta muito do Adriano. A gente sabe da qualidade dele e fica feliz por ele voltar a jogar no Brasil. Torcemos para que seja feliz independentemente do clube. Ele tem muito para dar ainda, é jovem e pode até ajudar a seleção brasileira", afirmou o chileno Maldonado, que conheceu Adriano ainda em 2009.
 

Leia tudo sobre: FlamengoAdrianoCampeonato Carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG