Técnico Ricardo Gomes estabelece que jogador necessita de mais três coletivos até ser relacionado

Leandro começa a ver de perto a hora de receber a primeira oportunidade na equipe. Sua estreia pelo Vasco deve levar ainda duas semanas. No entanto, o mais importante, de acordo com o técnico Ricardo Gomes, foi o atacante já ter participado do primeiro coletivo.

Gomes estabeleceu que o jogador terá ainda pela frente três treinos com bola até ser relacionado. Fora de forma quando chegou em São Januário, há três semanas, Leandro, desde então, foi submetido a intenso trabalho físico. Depois que recuperar o condicionamento, será então a vez de o atacante mostrar em campo que pode brigar pela posição.

“Quando chegou, Leandro estava mal fisicamente. (Ele) vem fazendo trabalho à parte e parece estar se recuperando. Mas não penso nele para esta sexta-feira nem na outra semana (dia 9, contra o Duque de Caxias). Precisa de uns três coletivos ainda”, declarou o técnico.

Do time atual, a tendência é que no máximo dois jogadores percam a posição. Leandro e Diego Souza (perto do acerto) devem ser as novidades nas próximas semanas. Gomes não está disposto a mexer na equipe por enquanto, mas reconhece a qualidade da dupla de reforços fará a diferença. Isso, desde que ambos estejam bem física e tecnicamente.

Ricardo Gomes sempre deixou claro que Leandro está devendo. O atacante que fez sucesso no bicampeonato brasileiro pelo São Paulo (2006/07) deixou o país em 2008, quando se transferiu para o Japão. Em 2010, foi repatriado pelo Grêmio, clube pelo qual pouco jogou, em razão de seguidas lesões musculares.

Por ora, o ataque será mantido com Marcel e Eder Luis. Apesar da experiência e da simpatia do treinador, Leandro não terá vaga garantida. Precisa ainda convencer o comandante vascaíno.

“Aqui é na base do trabalho. Vai jogar quem estiver melhor”, declarou o técnico.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.