Alejandro Domínguez criticou momento conturbado no clube em sua conta no Twitter

 O atacante Alejandro Domínguez se mostrou indignado pela situação interna atual do River Plate, recheada de atos de violência. O último deles ocorreu na última quinta-feira, quando um representante do clube feriu um torcedor com uma faca por diferenças políticas.

"Basta desta m... que prejudica a nós todos que amamos o River, por favor", foi a mensagem divulgada nesta sexta-feira no Twitter do jogador, cedido pelo Valencia à equipe argentina que pela primeira vez em sua história disputa a Segunda Divisão do país. O último fato violento aconteceu nas instalações do clube quando o torcedor identificado como José Serio foi esfaqueado por um representante dos sócios. Fontes afirmaram que agressor e vítima haviam discutido durante uma assembleia na semana passada.

O estádio Monumental de Nuñez está fechado por cinco rodadas por conta do quebra-quebra protagonizado por torcedores no final do último mês de junho, quando o River empatou com o Belgrano e desceu de categoria no futebol argentino. Durante o intervalo dessa partida, o árbitro Sergio Pezzotta foi ameaçado por um grupo de sócios do clube.

Além disso, a Justiça está perto de ditar a sentença pelo assassinato do torcedor Gonzalo Acro ocorrido em 2007, no qual três membros de torcidas organizadas do River estão envolvidos, um como suposto autor material e dois como co-autores.

O River Plate venceu os dois primeiros jogos que disputou na Segunda Divisão da Argentina e este sábado enfrentará o Sportivo Desamparados, no estádio do Huracán, em Buenos Aires, a portas fechadas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.