Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atacante do Inter: "Este ano será mais fácil"

Leandro Damião deve começar a Libertadores como titular e se diz mais tranquilo para encarar a nova temporada

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

undefined
Damião quer que 2011 seja ainda melhor pra ele
O atacante Leandro Damião está perto de receber o maior desafio na sua carreira: Começar uma temporada como titular do Inter. O camisa 9 vem atuando nos jogos do time titular e, ao que tudo indica, repetirá a dose na Libertadores.

“Peguei muita experiência no ano passado, acho que este ano será mais fácil. Vamos ver se eu vou jogar e espero aproveitar a chance. Não estou ansioso, não. Estou tranquilo”, revelou.

O técnico Celso Roth tem testado várias formações no setor ofensivo. Cavenaghi, Damião, Alecsandro e Zé Roberto são as alternativas. Dois vão jogar. A tendência de momento é que Cavenaghi e Damião formem a dupla, pois Zé Roberto está machucado. O garoto de 21 anos prefere manter a cautela.

“Cada um tem que aproveitar a sua chance. Procuramos conversar bastante para um aprender com o outro. Eu e o Cavenaghi estamos acertando o posicionamento, quando um sai para o lado do campo o outro fica mais centralizado. Não podem ficar os dois no meio do campo”, explicou.

Vipcomm
Leandro Damião terá que disputar vaga no ataque do Inter com Cavenaghi, Alecsandro e Zé Roberto
Damião foi reserva durante toda a temporada passada, mas teve a chance de entrar em muitas partidas, e começar algumas outras. Foram 7 gols no Brasileirão, mas nenhum mais importante do que o marcado contra o Chivas na final da Libertadores no estádio Beira-Rio.

“Com dois atacantes fica melhor, a responsabilidade fica dividida. No outro esquema tático eram os meias que ajudavam o atacante. O Celso pede pra que os laterais joguem a bola na área”, contou.

Celso Roth tem se mostrado bastante preocupado com o desempenho do ataque. O setor é o que mais precisa de entrosamento por causa das mudanças que foram feitas. O time de 2010 jogava com um atacante, o de 2011 tem dois. Em 2010 o camisa 9 era Alecsandro, hoje Damião e Cavenaghi dividem a tarefa.

“Tem que chutar. A qualquer momento a bola pode desviar no zagueiro ou o goleiro falhar e deixar a bola entrar. O importante é fazer gol”, disse Damião.

Faltam 5 dias para a estreia do Inter na Libertadores. Dia 16, no Equador, o adversário será o Emelec. Antes disso, neste domingo, às 17h (horário de Brasília), o Inter recebe o Pelotas pela última rodada da primeira fase do Campeonato Gaúcho. Os titulares vão a campo e precisam da vitória para garantirem a classificação para a fase seguinte.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG