Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atacante caseiro, Barcos marcou 73% de seus gols pela LDU na altitude

Argentino não teve bom retrospecto nos clássicos de Quito, mas se destacou em jogos internacionais

Francisco De Laurentiis, iG São Paulo |

A estreia do atacante Hernán Barcos é aguardada ansiosamente pela torcida do Palmeiras . Visto como solução para a falta de gols que há tempos aflige o clube, o argentino foi contratado após excelente passagem pela LDU, do Equador. Na equipe de Quito, foram 53 gols em 92 jogos, uma média de 0,57 gol/jogo . O iG Esporte fez um raio-x dos tentos marcados pelo atacante em suas duas temporadas na LDU e constatou que Barcos é muito eficiente nas partidas em casa e também quando atua em altitudes elevadas - algo que ele não vai encontrar em São Paulo, seu novo lar.

ENTREVISTA AO iG: Novo camisa 29, Barcos diz que preferia ser o 9 do Palmeiras

O "Pirata", como é conhecido, anotou 39 de seus 53 gols quando jogou acima de 2.800m de altitude, ou seja, 73,5% do total. Todos os 39 gols foram marcados em Quito (que está a 2.850m sobre o nível do mar): 37 no estádio Casa Blanca, casa da LDU, e dois no Atahualpa (usado pela seleção equatoriana e pelos outros clubes da capital do país). A conclusão é que o argentino foi destruidor quando jogou na casa de sua equipe: marcou nada menos que 95% dos gols no local. Barcos ainda anotou 13 vezes em altitudes menores, sempre fora de Quito. Ao todo, disputou 46 partidas como local e 46 como visitante.

AMISTOSO: Reservas do Palmeiras batem concorrente da Kia em jogo-treino

O recorde de gols do argentino pela equipe branca, inclusive, foi marcado em casa e na altitude, como o atacante mais gosta: em 13 de agosto de 2011, pelo Campeonato Equatoriano, ele foi às redes cinco vezes na vitória da LDU por 6 a 0 sobre o Manta, no estádio Casa Blanca. Foram três no primeiro tempo e dois no segundo, o último deles de pênalti.

PROBLEMA: Felipão dá indireta e sugere atraso no pagamento por Barcos

Getty Images
Barcos comemora gol na Sul-Americana. O jogo foi em casa e na altitude, cenário preferido pelo atacante
Barcos ganhou fama por se destacar em partidas internacionais, e os números comprovam. Foram 16 gols anotados no total: três em Libertadores (incluindo um na Argentina), 10 na Sul-Americana (com direito a um no Chile, um na Venezuela e um na Argentina), dois na Recopa Sul-Americana e um na Copa Suruga Bank, disputada no Japão. Em 2011, inclusive, o argentino foi vice-artilheiro da Copa Sul-Americana, com sete gols, ficando atrás apenas do chileno Vargas , da Universidad de Chile.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Nos clássicos da capital equatoriana, porém, Barcos não teve a mesma sorte. Em nove duelos contra o El Nacional, foram três gols. Retrospecto pior ele teve contra o Deportivo Quito: seis jogos e apenas um gol. Mas isso não impediu o atacante de conquistar o Campeonato Equatoriano de 2010, terminando como vice-artilheiro, com 22 gols. Agora, os torcedores palmeirenses torcem para que o argentino repita os gols pelo time alviverde, mesmo sem poder contar com a altitude do Equador. Nos treinamentos, ele já mostrou estar afinado e até marcou golaços . No jogo-treino que o clube realizou na última quinta-feira , porém, Barcos passou em branco.

Ajude a aumentar a torcida virtual do Palmeiras

Leia tudo sobre: PalmeirasBarcos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG