Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Astros do Fluminense continuam sem jogar nos momentos decisivos

Diretoria quer rescisão amigável com Belletti, e Peter Siemsen promete rever fórmula de contratações

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

undefined
Deco e Conca: parceria rara em campo

Na teoria, caberia aos jogadores mais bem pagos do Fluminense estar em campo nos principais jogos do clube na temporada. Mas desde o ano passado não é bem isso que acontece. Na última quarta-feira, por exemplo, na partida decisiva contra o América, no Estádio Azteca, pela Libertadores, Fred, Emerson, Deco e Belletti estavam no Rio, machucados ou em recuperação de lesão. Os quatro, que ainda não entraram em campo na competição mais importante do Fluminense em 2011, consomem da patrocinadora do clube um valor próximo de R$ 2 milhões por mês, relativo à soma de seus salários.

Na temporada passada, apesar do título brasileiro, o técnico Muricy Ramalho só teve Conca, Fred, Deco e Emerson à disposição uma única vez: na partida contra o São Paulo, em Presidente Prudente, na vitória de 4 a 1, na antepenúltima partida da competição. Mesmo assim, Deco sentiu uma lesão na coxa e deixou o campo no começo do segundo tempo.

O recém-eleito presidente Peter Siemens lembrou que lesões acontecem em qualquer clube, mas, embora evite expor publicamente sua insatisfação com a ausência rotineira dos astros, afirmou que irá rever o método de contratações daqui em diante.

“Manter um elenco qualificado pode trazer resultado esportivo, como no último Brasileiro, mas nem sempre isso se traduz num resultado financeiro. Precisamos também de jogadores que me deem uma rentabilidade ao fim de um campeonato. Isso será discutido”, disse Peter.

Dos quatro, o caso que mais tem incomodado é o de Belletti. Tanto que desde o inicio do ano a diretoria tenta, sem sucesso, uma rescisão amigável com o jogador, que reluta e quer cumprir seu contrato até o final de 2011.

Com um salário de cerca de R$ 300 mil mensais, o apoiador, que já conquistou quase todos os títulos possíveis, entrou em campo nove vezes, apenas uma como titular, em quase um ano de Laranjeiras. Nos bastidores, boatos dão conta de que Muricy Ramalho teria pedido ao vice de futebol Alcides Antunes para acelerar a negociação, tanto que Belletti nem foi inscrito na fase de grupos da Libertadores.

AE
Belletti: com poucas oportunidades de jogar, atleta está prestes a deixar o Fluminense

Fred até que começou a temporada de forma espetacular, marcando oito gols nos cinco primeiros jogos do Campeonato Carioca. Mas, com outra lesão na batata da perna esquerda, a nona desde que chegou às Laranjeiras, o atacante não participou dos jogos mais importantes do ano até agora e não tem previsão de volta.

Emerson, que sofreu um edema ósseo no tornozelo esquerdo no Brasileiro e jogou no sacrifício as duas últimas rodadas, voltou a jogar neste sábado, contra o Resende, após três meses inativo. O atacante atuou por 49 minutos, nada sentiu e pode até começar a partida contra o América, quarta-feira, como titular.

Já Deco, que lesionou a coxa direita no segundo jogo do estadual, segue se recuperando e não tem qualquer previsão de volta, assim como Fred. No entanto, a expectativa é que ele demore bem mais a voltar a jogar do que o companheiro.

Na contramão de tudo isso, caberá a Conca, que voltou a jogar 32 dias após se submeter a uma cirurgia no joelho esquerdo, tentar manter o sonho da Libertadores vivo nas Laranjeiras.

Leia tudo sobre: Campeonato Carioca 2011Fluminense

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG