Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Assunção não esconde tristeza: "Perder é ruim, mas essa foi pior"

Jogador diz que ainda não conseguiu esquecer derrota diante do Corinthians na semifinal do Paulistão

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Se na entrevista de segunda-feira Wellington Paulista afirmou que viu um clima bem tranquilo no vestiário, ele não deve ter conversado com Marcos Assunção. O volante conversou com a imprensa nesta terça-feira e não escondeu que foi difícil dormir nos dois últimos dias após o Palmeiras ter sido eliminado diante do Corinthians nos pênaltis.

O experiente jogador afirmou que ainda pensa na derrota, principalmente quando lê os jornais ou acompanha o noticiário via televisão, mas que fará de tudo para estar concentrado apenas no Coritiba, no jogo desta quinta-feira, no Couto Pereira, que abre a disputa por uma vaga na semifinal da Copa do Brasil. A partida começa às 19h30.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

“Pelo menos eu ainda não esqueci a eliminação, mas quinta-feira temos outro jogo importante e quinta-feira pela manhã já estarei totalmente focado no jogo, esquecido a partida do Corinthians. Mas é muito difícil dormir, olhar a televisão, ver os jornais e saber que tínhamos grandes possibilidades de estar esta semana muito alegres, muito felizes por estar na final e infelizmente não conseguimos. Mais uma vez cometemos um erro de marcação no escanteio e se não tivéssemos tomado o gol não iríamos para os pênaltis. Foi um erro coletivo e nesses momentos não podemos errar. Erramos e ficamos fora da final. Diante do Coritiba vão ser várias bolas aéreas, eles têm uma zaga alta, que cabeceia bem. Com certeza o Felipão vai treinar alguma coisinha para não errarmos nos momentos cruciais”, desabafou Marcos Assunção.

Quando o especialista em batida de faltas fala em “mais um erro”, ele se refere à jogada que originou o gol do Mirassol na vitória por 2 a 1 nas quartas de final. Naquela ocasião, o erro aconteceu no mesmo lugar: na segunda trave, após uma batida de escanteio.

Apesar do erro, Assunção afirmou que não acha que o time precisa redobrar a atenção nesse tipo de jogadas. Para ele, contra o Corinthians, já havia o alerta do erro e, mesmo assim, a jogada aconteceu.

“Não fica uma preocupação, porque a gente já sabia que erramos uma vez e deu no que deu. Estamos fora no Paulista e não podemos mais errar. Se errar, você está fora. O time sem erros vai para a final e esse jogo (contra o Coritiba) vai ser decidido nos detalhes. Contra o Mirassol também tinha o cara sozinho e não fizemos nada, temos que ter bem mais atenção”, afirmou o jogador.

Assunção ainda destacou que a derrota contra o Corinthians foi mais doída do que a eliminação para o Goiás no fim do ano passado, também na semifinal da Sul-Americana, por causa do estilo de jogo. Segundo ele, o Palmeiras dominou o arquirrival e não conseguiu converter todas as chances em gol.

“Não tem como comparar, pois contra o Goiás não fizemos uma partida tão brilhante como essa, que tinha um jogador a menos, contra o Corinthians, com todas dificuldades. E nós perdemos um jogador e continuamos igual, tentando a vitória sempre, jogando com dez. Sempre é ruim perder, mas essa última foi pior. Iríamos para uma final de Paulista, batalhamos tanto, desde quando começou o Paulistão. Mas o futebol é isso e vamos pensar no Coritiba”, finalizou.

Leia tudo sobre: palmeirasmarcos assunção

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG