Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Assunção e Felipão elogiam o apoio dos torcedores no clássico

Jogador afirma que aplauso após derrota dá forças para time lutar por melhor futuro na Copa do Brasil

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Perder a vaga na decisão nas cobranças de pênaltis para o principal arquirrival não foi o suficiente para fazer a torcida do Palmeiras vaiar o seu time. Mesmo após ser eliminado diante do Corinthians no Pacaembu sob os olhares de mais de 30 mil torcedores donos de casa, os comandados de Felipão viram uma enorme manifestação de apoio, com gritos e aplausos. Marcos Assunção gostou e elogiou muito os que por lá estiveram.

Segundo ele, todos puderam ver que o Palmeiras merecia a vitória e que o time jogou bem melhor que o Corinthians, apesar de atuar com um atleta a menos dentro de campo.

“Foi muito importante (o apoio). Eles perceberam que fizemos de tudo para ganhar o jogo. De repente, se a gente não tivesse jogado bem, os aplausos não viriam. Foi importante isso, para nos dar força, nos dar mais vontade. O torcedor precisa ser assim. Eles foram, compareceram e estavam junto conosco”, elogiou Assunção.

Felipão também pediu que o apoio continue na Copa do Brasil, ressaltando que é muito importante a união de todos para que o time avance na competição.

"Nesse momento, eu gostaria de mais uma vez agradecer e solicitar a vocês para apoiar e a gente faça a coisa mais normal e correta para avançar na competição. Desejo contar com o apoio de vocês, embora o jogo seja fora, mas lá, também, sabendo que teremos um grupo muito grande que poderá dividir o estádio com o Coritiba. Sabemos que é competição que gostaríamos de seguir em frente no Paulista, fizemos o normal das condições, desde o início. Agora estamos fora e deveremos priorizar a Copa do Brasil e faremos isso. Agradecer mais uma vez uma torcida fantástica como a do Palmeiras que tem", disse o treinador.

Felipão, aliás, foi muito elogiado pelo fato do Palmeiras ter atuado muito bem com um a menos em campo no clássico de domingo, quando Danilo foi expulso. O volante afirmou que os exaustivos treinos com um a menos uma hora ou outra surtiram efeito.

Ele admitiu que o elenco reclamava ao fim dos treinos por causa do cansaço excessivo, mas que todos jogadores sempre souberam que o técnico sabe da importância de treinar todas variáveis.

“São coisas que o Felipão faz porque sabe que em algum momento pode acontecer. Muitas vezes, depois do treinos, a gente reclamava, falava entre nós que cansava muito, mas são coisas do jogo. Jogamos com um homem a menos e parecia que estávamos com 11, com um jogador perto do outro, sem dar espaços. Se ele faz é porque ele sabe que um dia vai precisar”, elogiou mais uma vez o jogador que ainda não teve seu contrato renovado.

Leia tudo sobre: palmeirasmarcos assunção

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG