Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Assunção admite: queria jogar logo para esquecer clássico

Time do Palestra Itália só volta aos gramados pelo Paulistão no sábado, quando encara o Americana, no Pacaembu

Gazeta |

O Palmeiras terá quatro dias de treinos antes de retornar aos jogos oficiais do Campeonato Paulista. O próximo compromisso, diante do Americana, no estádio do Pacaembu, está marcado apenas para o sábado à noite (19h30). Na visão do volante Marcos Assunção, o intervalo não é bem recebido após o revés no clássico contra o Corinthians.

"É ruim, seria bom ter esse jogo no meio da semana para esquecermos a derrota, agora teremos a semana inteira para pensar no que aconteceu contra o Corinthians. A única solução é pegarmos a parte boa da situação e treinarmos bastante", disse o atleta, em entrevista à "Rádio Globo".

A forma com que o Palmeiras perdeu de seu maior rival tornou-se complicada de digerir pelo elenco comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari. O clube do Palestra Itália demonstrou superioridade durante grande parte do jogo, criou diversas oportunidades, porém não soube balançar as redes.

"Vocês (jornalistas) podem falar melhor do que eu, houve uma evolução muito grande da nossa equipe, fomos muito melhores. Infelizmente, futebol é resultado e gol. O Corinthians foi uma vez ao ataque e fez", lastimou Marcos Assunção.

Além da derrota, os jogadores do Palmeiras se irritaram com a comemoração de Alessandro no gol corintiano. O lateral provocou a torcida alviverde e criou uma discussão generalizada entre os atletas no gramado.

"Foi uma falta de respeito. Se ele quer vibrar e comemorar, tudo bem. Mas eu jamais faria um gol e iria na torcida do Corinthians. Mas ele foi homem e pediu desculpas. Precisamos entender que uma atitude como essa pode se tornar perigosa, você pode encontrar por aí alguém da torcida rival", alertou Marcos Assunção.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG