A equipe jogou com segurança. Em momento algum fomos ameaçados, o Harlei trabalhou menos do que nos últimos jogos, diz o técnico

O técnico Artur Neto não ficou completamente satisfeito com a vitória por 2 a 0 do Goiás sobre o Independiente, que jogou com um homem a menos desde os 12 minutos do segundo tempo. O comandante elogiou o sistema defensivo, mas diz acreditar que o ataque poderia ter aproveitado melhor a vantagem numérica.

"A equipe jogou com segurança. Em momento algum fomos ameaçados, o Harlei trabalhou menos do que nos últimos jogos. O setor defensivo neutralizou as investidas deles, só faltou trabalhar um pouco mais a bola na frente", disse o treinador.

"Se nós tivéssemos aproveitado a vantagem de um homem, rodado mais a bola, entrado com ela no chão e criado mais oportunidades, poderíamos ter feito mais um. A vantagem não é definitiva e o jogo será duro", acrescentou ele, lembrando que a partida de volta será na próxima quarta-feira, em Avellaneda.

Apesar de saber que os torcedores argentinos irão pressionar a equipe brasileira, Artur Neto confia no retrospecto do Goiás, que eliminou todos os seus adversários jogando fora de casa na Copa Sul-americana.

"O Goiás está habituado a decidir fora de casa e com pressão. Com certeza eles virão para cima da gente e nós vamos fazer nosso jogo simples, seguro e objetivo, marcando bem e procurando aproveitar os espaços que irão aparecer", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.