Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Artilheiro, Chicão tenta se tornar eterno na zaga do Corinthians

Capitão já tem 33 gols pelo clube e com mais três anos de contrato espera superar marca histórica

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O zagueiro Chicão é ao lado de Alessandro o jogador com mais tempo de Corinthians entre os titulares da equipe. O atual capitão chegou à equipe em 2008 para a disputa da Série B e não deixou mais a equipe. Com contrato renovado por mais três temporadas, até o final de 2013, o jogador de 29 anos espera agora se firmar definitivamente entre os principais jogadores da história do clube. Chicão já tem 161 jogos pelo Corinthians desde 2008.


Quero cumprir meu contrato e entrar para a história do clube com títulos. Esses anos têm sido muito bons para mim e espero retribuir a confiança de todos ajudando sempre em tudo que for preciso”, disse o zagueiro, capitão da equipe com as saídas de William e Ronaldo.

Outra meta pessoal do zagueiro é conseguir superar marcas no clube e uma delas é a de números marcados por um defensor. Chicão já tem 33 gols pelo Corinthians. Grané, beque que defendeu o Corinthians entre os anos 30 e 40 marcou 50 gols. Ser o principal zagueiro artilheiro da história do clube é um dos objetivos.

“Ter essas marcas me animam muito. É um objetivo pessoal e estou treinando para isso. Espero ter mais oportunidades de bola parada. Meu objetivo é ser o primeiro entre os zagueiros e quero ter essa oportunidade nesses próximos três anos”.

Chicão sonha em ser registrado nos anais como o maior zagueiro artilheiro da história do Corinthians, mas admite que precisa melhorar seu rendimento nas faltas para conseguir alcançar o feito. Seu último gol de falta aconteceu na terceira rodada do Brasileirão de 2010, contra o Fluminense, dia 23 de maio.

Neste ano marcou uma vez apenas, em rebote de uma falta que ele próprio bateu na vitória por 4 a 0 sobre o Ituano, dia 9 de fevereiro, pelo Campeonato Paulista.

“Tenho treinado bastante e sei que preciso melhorar. Espero que volte a marcar gols logo”. Chicão já foi o batedor de pênaltis oficial da equipe, mas perdeu recentemente o posto para o lateral-esquerdo Fábio Santos.

Leia tudo sobre: corinthianscampeonato paulista 2011chicão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG