Ataque faz 63% dos gols na etapa final dos jogos desta temporada. No Brasileiro, foram cinco de sete

Wanderley corre para comemorar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Nova Iguaçu, um dos seis que marcou no segundo tempo
Vipcomm
Wanderley corre para comemorar o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Nova Iguaçu, um dos seis que marcou no segundo tempo
O Flamengo fará, domingo, contra o Corinthians , pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, no Engenhão, o seu 30 o jogo no ano, incluindo os dois amistosos realizados na pré-temporada, em Londrina. Em sua campanha, que conta com o título invicto do Campeonato Carioca , o time se notabilizou por fazer a maior parte dos seus gols no segundo tempo. Foram 33, ou 63%, contra 19 marcados no primeiro tempo. Na defesa, são 11 sofridos em cada tempo.

Os números são da Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad

No Campeonato Brasileiro, o fato vem se repetindo. Contra o Avaí, na goleada por 4 a 0 , foram três gols no segundo tempo. No empate em 3 a 3 com o Bahia , mais dois. O preparador físico Antônio Mello comemorou o bom desempenho físico no time, mas lamentou a imagem final do último jogo. O atacante Wanderley é o artilheiro do Flamengo no segundo tempo, com seis gols.

Entre para a Torcida Virtual do Flamengo e convide seus amigos

“O nível físico do time está muito. Contra o Bahia, então, nem se fala. Em dois laterais, lá pelos 20 minutos do segundo tempo, nenhum jogador nosso estava marcado. Percebi a queda deles. O problema é que fica a imagem daquele gol aos 45 minutos do segundo tempo por causa de uma distração nossa”, disse Mello.

A preocupação, normalmente, é com os jogadores que vêm do exterior. Esse tempo de adaptação é longo. No Flamengo, eles têm conseguido render acima do esperado. Ronaldinho Gaúcho atuou em 20 jogos, sendo substituído apenas uma vez. Já Thiago Neves participou de 24, saiu de campo oito vezes e entrou uma vez no segundo tempo.

“Fiz uma avaliação na semana passada e está todo mundo muito bem. Na semana que vem, vamos fazer mais uma e tenho certeza de que o resultado será ainda melhor”, afirmou Mello. “O Flamengo é o único time do Brasil que não teve uma lesão muscular sequer”, comentou o preparador físico.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.