Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Arsenal só empata com Olympique, mas mantém liderança isolada

Time inglês não fez gols, chegou a ser dominado pelo franceses, mas ainda está em boa situação no grupo F da Liga dos Campeões

Gazeta |

ADRIAN DENNIS / AFP
André Santos participou do empate do Arsenal
A goleada sobre o Chelsea parece ter gastado a inspiração do Arsenal. O time prometia mais uma show, mas ficou apenas no 0 a 0 com o Olympique Marseille, em jogo válido pela quarta rodada do Grupo F da Liga dos Campeões. Os franceses ainda estiveram melhor durante boa parte do duelo, mas falharam na pontaria. Os "Gunners" também tiveram jogadas de perigo, só que esbarraram no goleiro Mandanda.

O resultado não foi de todo ruim para os ingleses. Com o empate, o time se manteve na ponta isolada do grupo, com oito pontos. O Olympique também permaneceu na segunda colocação, um ponto atrás.

Veja como ficou a tabela nos outros grupos da Liga dos Campeões

Na próxima rodada, o Arsenal enfrenta o Borussia Dortmund mais uma vez em Londres, enquanto o Marseille duela com o lanterna Olympiacos, na França. As partidas estão marcadas para o dia 23 de novembro.

O jogo
A torcida do Arsenal levou um susto enquanto ainda se acomodava nas cadeiras do Emirates Stadium. Logo aos dois minutos de partida, A.Ayew cruzou pela esquerda e seu irmão J.Ayew desviou de letra, mandado rente à trave de Szcesny. Eles voltaram a dar trabalho pouco depois, quando A. Ayew se antecipou à marcação chutou mais uma vez com muito perigo.

Após organizar sua marcação, o Arsenal finalmente partiu ao ataque. Por volta dos dez minutos, Wallcott recebeu pela direita e chutou cruzado, obrigando Mandanda se esticar todo para fazer a defesa. Mais tarde, foi a vez de Ramsey assustar após cruzamento de André Santos pela esquerda.

Vendo os "Gunners" crescerem no duelo, o Olympique tentou responder com Remy, que tabelou com Cheyrou e chutou tirando tinta da trave direita de Szcesny. Depois, foi a vez do goleiro francês passar sufoco com arremate de Gervinho.

A melhor chance do jogo, porém, foi desperdiçada por Ramsey. O jovem de 20 anos ficou na cara do gol, livre de marcação, mas demorou para agir e, quando chutou, encontrou um zagueiro para desviar para escanteio.

O ritmo caiu na segunda etapa e as chances de gol diminuíram. A primeira delas foi aos 15 minutos, quando Valbuena chapelou André Santos e mandou por cima do gol do Arsenal. Sem querer o risco de ser bombardeado de novo, o técnico Arsene Wenger promoveu três alterações na equipe: Van Persie, Rosicky e Arshavin nos lugares de Park, Ramsey e Gervinho, respectivamente.

As substituições chegaram a ter algum efeito inicial com Rosicky fazendo lançamentos precisos a Van Persie, mas a falta de pontaria do Arsenal e as boas defesas do goleiro Mandanda garantiram o 0 a 0 no Emirates Stadium.

 

Leia tudo sobre: futebol mundialarsenalinglaterrafrança

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG