Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Arsenal marca, é pressionado pela Udinese em Londres, mas vence

Time italiano pressionou com Armero e Di Natale, mas o gol de Walcott foi o único da partida

Gazeta |

Mesmo jogando em casa, o Arsenal não conseguiu se impor sobre a Udinese-ITA e sofreu para vencer por 1 a 0, na primeira partida da fase preliminar da Liga dos Campeões da Europa. O gol foi marcado por Theo Walcott, logo aos três minutos de jogo.

Um dos destaques da partida foi a ótima atuação de Pablo Armero, ex-Palmeiras. O colombiano foi a principal arma ofensiva pelo lado esquerdo do ataque italiano e, por pouco, não fez um golaço no primeiro tempo, ao arrancar do campo de defesa. O capitão Antonio Di Natale acertou a trave duas vezes.

A partida de volta está marcada para semana que vem. O time do técnico Arsene Wenger viaja a Udine para enfrentar a dona da casa no estádio Friuli.

O jogo
Por pouco tempo, a torcida dos "Gunners" achou que não sentiria falta do ex-capitão Cesc Fabregas, que se transferiu ao Barcelona na última segunda-feira. Seu subtituto teórico, Aaaron Ramsey, foi lançado pela lateral direita e cruzou rasteiro para o companheiro abrir o placar.

Depois disso, no entanto, o que se viu foi pressão dos anfitriões. Di Natale acertou o travessão, aos 13 minutos, e Armero arrancou do campo de defesa, passou no meio de dois adversários no círculo central e foi até a grande área, onde bateu forte, mas foi frustrado pelo goleiro Szczesny. Após um erro de Gibbs, Di Natale acertaria o poste mais uma vez.

No segundo tempo, a história foi a mesma. Com pouca criatividade, as jogadas do Arsenal terminavam rapidamente e sem resultados. Aos 4 minutos, Armero achou Di Natale, mas o zagueiro Djourou, de carrinho, bloqueou o arremate do capitão italiano. O ex-palmeirense, mais uma vez, apareceu no ataque, buscando o ângulo inglês e errou.

Di Natale ainda bateu outra falta, aos 29 minutos, mas a Udinese deixou o estádio Emirates com o placar em branco. Por pouco, os "Gunners" não ampliaram nos últimos instantes, quando Gervinho fez boa jogada pelo centro e enfiou a bola para Walcott, que perdeu o gol da pequena área.

AFP
Armero deu trabalho para os defensores do Arsenal

Leia tudo sobre: Liga dos CampeõesArsenalUdineseinglaterraitália

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG