Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Arsenal fica perto de milagre, mas Milan perde "só" de 3 e avança

Equipe inglesa arrasou italianos no 1º tempo, mas acabou caindo na Liga dos Campeões

iG São Paulo |

O inacreditável quase voltou a acontecer na Liga dos Campeões - e novamente com o Milan . Nesta terça-feira, o Arsenal venceu o time italiano por 3 a 0 e por pouco não reverteu a vantagem de 4 a 0 construída pelo adversário em Milão . Mesmo com o revés, o time rubro-negro deixou Londres satisfeito, já que classificou-se para as quartas de final da competição. O Milan, inclusive, já havia sofrido baque semelhante em 2003/04, mas na ocasião perdeu por 4 a 0 e acabou eliminado pelo Deportivo La Coruña-ESP, mesmo após vencer o jogo de ida por três gols de vantagem. Também nesta terça, o Benfica venceu o Zenit, da Rússia, por 2 a 0 e avançou na Champions.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

A equipe londrina construiu o resultado ainda no primeiro tempo, quando arrasou o time de Robinho e cia. e abriu 3 a 0, parecendo que conseguiria realizar um milagre em seu estádio. Na segunda etapa, porém, o técnico Massimiliano Allegri acalmou o elenco, acertou a retranca de seu time e segurou a derrota sem vergonha alguma, levando o Milan à próxima fase da mais importante competição do futebol europeu. Os dois times ainda perderam gols incríveis na pequena área: van Persie de um lado, Nocerino do outro.

Veja as chaves e os próximos jogos da Liga dos Campeões da Europa 2011/12

Nesta quarta-feira, mais dois jogos definem os próximos times nas quartas de final da Liga dos Campeões. O APOEL, do Chipre, recebe o Lyon e precisa vencer por dois gols de diferença para eliminar os franceses (o jogo de ida por 1 a 0), enquanto o Bayer Leverkusen, da Alemanha, tem missão quase impossível: em pleno Camp Nou, precisa reverter o 3 a 1 sofrido para o Barcelona em seu estádio. Ambas as partidas terão início às 16h45 (horário de Brasília) e podem ser acompanhadas pelo Tempo Real do iG Esporte .

O jogo
Precisando de pelo menos quatro gols para ter chance de passar de fase, o Arsenal começou partindo com tudo para o ataque e logo de cara achou um gol: após cobrança de escanteio, o zagueiro Koscielny cabeceou livre para abir o placar. A equipe londrina continuou no ataque, apostando na velocidade dos atacantes Gervinho , Walcott , mas o Milan redobrou a atenção na zaga e controlou os sustos. Vivendo ótima fase, o holandês van Persie era "o cara" na frente e tentava de todas as formas: aos 18min, ele mandou lindo chute, nas Abbiati espalmou a bola que ia no ângulo.

LIGA DOS CAMPEÕES: Benfica vence Zenit e volta às quartas da Champions após 6 anos

A pressão dos donos da casa, porém, era demais para os italianos: aos 26min, van Persie invadiu a área e cruzou, Thiago Silva entregou o ouro e Rosicky mandou no canto para fazer 2 a 0. O Milan só foi tentar uma resposta aos 33min, quando Abate mandou de longe e o goleiro Szczesny defendeu. Os jovens do Arsenal, no entanto, aterrorizavam a zaga italiana, que bobeou perto do fim da primeira etapa: Oxlade-Chamberlain entrou pela direita da grande área e foi derrubado por Nocerino . Pênalti que van Persie bateu com perfeição para levar os ingleses com 3 a 0 para o intervalo.

AP
Van Bommel foi um leão no meio-campo do Milan
O Milan voltou mais atento para a etapa complementar, e passou a tocar a bola no meio-campo, para diminuir o ímpeto dos ingleses. Outra bobeada, porém, quase complicou tudo de vez: Gervinho entrou livre pela esquerda da grande área e chutou colocado, a bola desviou e Abbiati pegou na sorte, com as pernas. No rebote, van Persie fez graça e perdeu gol feito, para desespero dos torcedores. Os ingleses retribuíram em seguida, quando Szczesny saiu jogando mal e Ibrahimovic por pouco não marcou. Mas o tempo passava, e o Arsenal seguia atrás do quarto gol, que levaria o duelo para a prorrogação.

Ao time italiano, restava segurar o resultado na retranca e tentar aproveitar os contra-ataques. Robinho , porém, fazia jornada sem inspiração e pouco assustava. A chance de matar o jogo caiu nos pés de Nocerino, que recebeu livre na pequena área e perdeu um gol a la Deivid , mandando nas pernas do goleiro. O ímpeto do Arsenal acabou esmorecendo, e a parede italiana segurou a derrota por 3 a 0 para avançar às quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Aos jovens da equipe inglesa, sobraram os aplausos dos torcedores, satisfeitos pelo empenho demontrado na tarde desta terça.

FICHA TÉCNICA - Arsenal-ING 3 x 0 Milan-ITA (agregado: 3 x 4)
Liga dos Campeões da Europa 2011/12 - Oitavas de final
Local: Estádio Emirates, em Londres-ING
Data: 06 de março de 2012, terça-feira
Horário: 16h45 (horário de Brasília)
Público: 59.973 torcedores
Árbitro: Damir Skomina (ESL)
Assistentes: Primož Arhar e Marko Stancin (ambos ESL)
Cartões amarelos: Sagna, Song e Gibbs (ARS); Nocerino, Ibrahimovic e van Bommel (MIL)

GOLS:
ARSENAL: Koscielny, aos 7, Rosicky, aos 25, e van Persie, aos 43 minutos do primeiro tempo

ARSENAL: Szczesny; Sagna, Vermaelen, Koscielny e Gibbs; Song, Rosicky e Oxlade-Chamberlain (Chamakh); Gervinho, van Persie e Walcott (Chu-Young) Técnico: Arsène Wenger

MILAN: Abbiati; Abate, Mexès, Thiago Silva e Mesbah (Bonera); van Bommel, Nocerino e Emanuelson; El Shaarawy (Aquilani), Ibrahimovic e Robinho Técnico: Massimiliano Allegri

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG