Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Arsenal bate Partizan e se garante nas oitavas. Líder, Shakhtar vence

Equipe inglesa venceu em casa e ficou atrás do time ucraniano, que eliminou o Braga com um gol de brasileiro

Gazeta Esportiva |

O Arsenal venceu, nesta quarta-feira, o Partizan, jogando na Inglaterra, e se garantiu na próxima fase da Copa dos Campeões, ao lado do Shakhtar Donetsk. Os ingleses venceram por 2 a 1, com um gols de Van Persie e Walcott, para o Arsenal, e de Cléo para o Partizan.

Com um time muito mais forte, o Arsenal foi mais perigoso durante todo o tempo e só passou apuros quando deixou Moreira e Cléo chegando forte em contra-ataques, o que quase comprometeu a classificação dos ingleses.

O resultado levou os Gunners aos 12 pontos, três a menos que o Shakhtar. O Partizan, por sua vez, não conseguiu pontuar na competição internacional.


O jogo
Mesmo com um time mais forte, o Arsenal demorou para conseguir criar boas oportunidade. A primeira jogada foi de Chamakh, que cabeceou pela linha de fundo e perdeu uma boa oportunidade, depois de cruzamento de Sagna.

Em seguida, Van Persie teve boa chance depois de receber uma bola de Nasri, dentro da área. O francês entrou bem e deixou o holandês na cara do gol, mas ele não conseguiu virar o pé e botou pela linha de fundo.

Aos 29 minutos, Van Persie recebeu dentro da área e tentou limpar Jovanovic para bater com o pé esquerdo. Entretanto, o jogador do Partizan o derrubou na área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o próprio Van Persie bateu forte, com o pé esquerdo, e deixou os ingleses na frente no placar.

O mesmo holandês teve outra boa chance pouco tempo depois, em uma falha clamorosa do zagueiro Krstajic, que tentou afastar de cabeça e acabou furando. Para a sorte do defensor, Van Persie tocou errado para Chamakh e a bola foi recuperada pelo Partizan.

O segundo tempo começou com o Arsenal indo para cima com ainda mais intensidade. Ligado, Denílson criou duas boas jogadas ainda nos primeiros dois minutos, mas o goleiro salvou no primeiro e, no segundo, Nasri mandou por cima.

Entretanto, quem marcou foi o Partizan. Em uma das primeiras boas jogadas da equipe, Cléo recebeu fora da área, dominou, virou e bateu firme. A bola desviou em Squillaci e matou o goleiro Fabianski, que viu a bola balançar as redes: 1 a 1.

Depois daí, desesperado, o Arsenal foi muito para o ataque, mas criou poucas jogadas de verdadeiro perigo. Em uma delas, Nasri bateu forte por cima do gol.

Quando o desespero parecia tomar conta do time inglês, a estrela de Walcott brilhou. O meia atacante aproveitou um rebote, matou no peito e bateu cruzado, deixando os ingleses na frente: 2 a 1.

Pouco depois, o lance do jogo. Song tabelou bonito com Bendtner, driblou dois zagueiros e deixou a bola para Nasri, que bateu com categoria, de esquerda, e fez o terceiro, fechando o placar.


Shakhtar bate o Braga e garante liderança
O Shakhtar Donetsk recebeu, na Ucrânia, o Braga, de Portugal, conseguiu vencer por 2 a 0, gols de Razvan Rat e do brasileiro Luiz Adriano e confirmou sua condição de melhor time do Grupo H.

O duelo começou devagar, com o gol só saindo no segundo tempo, aos 33 minutos. Srna cruzou e Razvan Rat bateu de canhota de fora da área fazendo o primeiro. Cinco minutos depois, Rat deu passe para Luiz Adriano fazer o segundo, de dentro da pequena área.

O jogo poderia marcar o reencontro do meio-campista Willian, do Shakhtar, com o goleiro Felipe, do Braga. Os dois jogadores foram companheiros no Corinthians, em 2007, e cravariam um duelo, mas o arqueiro acabou ficando no banco de reservas assistindo à eliminação de seu clube.

Os ucranianos só precisavam de um ponto para confirmar a liderança, mas ficaram com 15 pontos. Para ficarem fora, os ucranianos precisariam sofrer uma goleada de, pelo menos, quatro gols de diferença. Só assim o Braga, que terminou com nove pontos e a terceira posição, poderia ultrapassá-los.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG