Arsene Wenger diz que Thomas Vermaelen teria sido forçado a viajar, se apresentar e jogar os 90 minutos mesmo machucado

O Arsenal está estudando a possibilidade de formalizar uma reclamação contra a seleção belga de futebol. O treinador Arsene Wenger não aceitou bem a utilização do zagueiro Vermaelen no amistoso diante da Grécia. Segundo o comandante, o defensor estava lesionado, mas foi forçado a se apresentar à seleção e participar dos 90 minutos da partida mesmo com dores.

Leia também: Veja como estão os sete principais candidatos ao título da Euro 2012

"A Bélgica tomou uma decisão que eu ainda não entendi. Eles forçaram o atleta a jogar a partida inteira em uma partida amistosa, mesmo sem participar da Eurocopa, e ainda tinham um zagueiro no banco de reservas que nem entrou em campo. É difícil entender", disparou Wenger.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros leitores

O calendário dos amistosos internacionais europeus também foi criticado pelo treinador durante a entrevista. "Eu nunca reclamei de ceder jogadores, mesmo que não estejam 100%, para jogos oficiais como eliminatórias ou uma grande competição, mas os amistosos estão ficando mais difíceis de aceitar, especialmente neste período", disse, referindo-se ao momento decisivo que o clube vive na temporada.

Leia mais notícias sobre futebol internacional no iG Esporte

Além de Vermaelen, outro problema ganhado por Wenger com os amistosos foi o atacante Robin Van Persie. Ele sofreu uma lesão na virilha enquanto treinava com a seleção holandesa para o amistoso diante da Inglaterra , mas mesmo assim entrou em campo. No Arsenal , porém, ele será poupado para se recuperar do problema.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.