Time não conseguiu manter o zero no placar do adversário nas últimas cinco vezes que entrou em campo

A parte defensiva é uma preocupação no Inter . O time sofreu gol nos últimos cinco jogos. Foram oito vezes.

“Tomamos gol por falta de atenção. Evidente que houve falha, porque foram duas bolas alçadas e fácil de interceptar. Temos que corrigir. Todos falhamos, inclusive eu”, disse Falcão , comentando dois dos três gols marcados pelo Grêmio no último Gre-Nal .

Tanto Peñarol como Grêmio conseguiram balançar as rede do time de Falcão com menos de um minuto de bola rolando. O time levou gols no início do segundo tempo nas duas partidas. Ele promete conversar com os jogadores para tentar corrigir os defeitos.

“A bola levantada pra dentro da área, a facilidade com que o jogador do Grêmio saltou. Isso é falta de atenção. É muito difícil levar o gol logo no início do segundo tempo. Temos que ter capacidade de reação”, destacou.

Algumas individualidades estão sendo cobradas. Bolívar, capitão do time, foi mal nos últimos jogos. Nei também é bastante contestado pela torcida. A troca de Índio por Rodrigo, feita por Falcão, não surtiu o efeito desejado. O treinador prefere não falar publicamente de defeitos dos jogadores.

“Não vou criticar ninguém publicamente. O coletivo é que perde e ganha. Claro que um jogador pode fazer a diferença, mas faz parte. Todo mundo erra, faz parte. Não sei se seria lentidão. Foi muito mais por falta de posicionamento. Foi um balão pra dentro da área. Tem que cair na cabeça do nosso jogador”, explicou.

Para o Gre-Nal do próximo domingo estão sendo cogitadas várias hipóteses. Desde a permanência do mesmo time, até mudanças drásticas como Glaydson e Juan substituindo Nei e Bolívar. Na quarta-feira pela manhã Falcão comanda o primeiro treino tático da semana e começa a encaminhar a escalação para o clássico.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.