Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Arouca desencanta, Júlio César erra e Santos é bicampeão paulista

Com gols do volante e de Neymar, time da Vila Belmiro venceu o Corinthians por 2 a 1 e comemorou em casa

Samir Carvalho, iG Santos |

O volante Arouca marcou seu primeiro gol com a camisa do Santos e ajudou a equipe a vencer o Corinthians por 2 a 1 neste domingo, na Vila Belmiro, e conquistar o bicampeonato paulista. O segundo gol santista foi marcado por Neymar, que contou com a falha do goleiro Júlio César. Morais ainda diminuiu para o Corinthians no final do jogo, mas a equipe de Parque São Jorge não teve tempo para empatar o jogo.

“Estou muito feliz, havia sonhado durante a semana com esse gol. E Deus me proporcionou isso. Queria fazer um gol, independente de fazer o do título. Consegui ajudar. Quase saiu o segundo gol, bateu na trave. Eu estava trabalhando muito forte, sem essa coisa na cabeça de fazer o gol. Mas sonhei com isso de que poderia fazer o gol da final”, disse Arouca, que abriu o placar na Vila Belmiro.

Já o Corinthians esteve reforçado fora de campo. Ronaldo esteve nos camarotes da Vila Belmiro para acompanhar a partida. O ex-camisa 9 da equipe foi o grande destaque da última decisão entre Santos e Corinthians, pelo Paulista de 2009. Na ocasião, Ronaldo marcou dois gols na Vila Belmiro e ajudou a equipe de Parque São Jorge conquistar o título.

Após o duelo contra o Corinthians, o Santos enfrenta o Once Caldas na próxima quarta-feira, às 22h (de Brasília), no estádio do Pacaembu, pelo jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores da América. Já o Corinthians faz sua estreia no campeonato Brasileiro, diante do Grêmio no próximo domingo, em Porto Alegre.

null

O jogo
Apesar de o Corinthians cobrar duas faltas da intermediaria no início do jogo, foi o Santos que chegou pela primeira vez ao gol do adversário. Primeiro, o lateral-direito Jonathan cruzou na área e Neymar desviou de cabeça. Um minuto depois, Arouca fez boa jogada e encontrou Léo dentro da área, o lateral dominou e chutou cruzado, a bola passou perto do travessão.

O Corinthians não chegava dentro da área do Santos e apostava na ‘retranca’ no início da partida. O Santos dominava o jogo e não demorou muito para abrir o marcador. Aos 16 minutos, após jogada de Léo e Zé Eduardo, a bola chegou até Arouca, que marcou seu primeiro gol com a camisa santista.

Lesionado, o lateral Jonathan deixou o campo para a entrada de Pará. O camisa 4 do estava bem no jogo, ganhando com facilidade o duelo individual com Fábio Santos. Apesar de estar em desvantagem no marcador, o Corinthians tinha dificuldades para sair jogando e não conseguia criar jogadas de perigo.

Desta forma, o Santos continuava melhor na partida. Aos 34 minutos, Elano cruzou a bola na área do lado direito, a zaga afastou e Arouca pegou de primeira, a bola bateu na trave esquerda do goleiro Júlio César. O Corinthians só chegou perto do gol em uma cobrança de falta de Chicão, que cruzou na área, mas Jorge Henrique não conseguiu desviar para o gol.

No entanto, o Santos continua mais perigoso no jogo. Aos 42 minutos, Neymar perdeu um gol incrível. O atacante recebeu a bola sem marcação e chutou em cima do goleiro Júlio César. A defesa do Corinthians ficou reclamando de impedimento que não existiu.

AE
Julio César falhou no segundo gol do Santos

Na segunda etapa, o Corinthians melhorou um pouco no inicio com a entrada de Willian na vaga de Dentinho. Porém, foi o Santos que quase ampliou o marcador. Aos quatro minutos, Durval desvia cobrança de escanteio e Alan Patrick tocou para o gol, mas a arbitragem marcou impedimento.

O Corinthians melhorou na segunda etapa e ameaçou uma pressão contra a defesa do Santos. Aos 15 minutos, o atacante Willian arriscou um chute forte de fora área e obrigou Rafael a fazer uma grande defesa. A chuva começou a cair forte na Vila e deixou o final do jogo emocionante e desesperador para os corintianos. Jorge Henrique recebeu a bola na entrada da área após grande jogada de Willian e finaliza rasteiro para fora do gol.

No entanto, o Santos marcou o segundo gol no contra-ataque. Aos 38 minutos, Neymar recebe a bola de Zé Eduardo dentro da área e chuta fraco, mas Júlio César falha e a bola entra devagar para dentro do gol. A partida parecia que estava decidida, mas Moraes marcou e o Corinthians diminuiu dois minutos depois.

Milton Trajano
Muricy conversa com Tite após o título do Santos e comemora com alívio a sua conquista

FICHA TÉCNICA - SANTOS 2 X 1 CORINTHIANS

ESTÁDIO: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data/hora: 15/5/2011 - 16h
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Auxiliares: David Botelho Barbosa e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo
Público:14322
Renda: R$ 745.610
Cartões amarelos: Chicão, Fábio Santos e Liedson (Corinthians); Elano e Léo (Santos)

Gols:
Santos – Arouca (aos 16 minutos do primeiro tempo); Neymar ao 38 minutos do segundo tempo
Corinthians – Moraes aos 40 minutos do segundo tempo

SANTOS: Rafael, Jonathan, Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Arouca, Adriano, Elano e Alan Patrick (Possebon); Neymar e Zé Eduardo. Técnico: Muricy Ramalho

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho (Ramirez), Bruno César (Moraes) e Jorge Henrique; Dentinho (Willian) e Liedson. Técnico: Tite

 

Leia tudo sobre: santoscampeonato paulista2011corinthians

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG