Os meias Conca e Montillo foram destaques da edição de 2010, mas agora lutam para voltar a brilhar

Os dois foram os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro do ano passado, mas agora não vivem a mesma fase no início da edição deste ano. Mas quem viu Dario Conca e Walter Montillo em ação com as camisas de Fluminense e Cruzeiro , respectivamente, no ano passado, sabe que, em um lance genial, a partida pode ser decidida. Os dois medem forças nesse sábado, na partida disputada no Engenhão, às 18h30.

Siga o iG Cruzeiro e o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

As trajetórias de Conca e Montillo são semelhantes. Habilidosos meias de criação naturais da Argentina, não brilharam no país vizinho e procuraram seu espaço no futebol chileno, despertando a atenção dos clubes brasileiros. Aqui, se adaptaram muito bem ao futebol brasileiro, mas ainda não tiveram nenhuma chance na seleção argentina.

Entre para a torcida virtual do seu time e convide seus amigos

O técnico Cuca , do Cruzeiro, já trabalhou com os dois e acha que a hora dos “baixinhos” já chegou na seleção de Sergio Batista. “Pelo que eles já fizeram, tanto o Conca quanto o Montillo, mereceriam uma chance. Mas isso já foge à nossa alçada”, disse Cuca.

Montillo espera levar a melhor sobre o amigo Conca no duelo no Engenhão
AE
Montillo espera levar a melhor sobre o amigo Conca no duelo no Engenhão

Montillo fala com carinho do amigo Conca e do duelo desse sábado. “Ele é um amigo, um jogador importante não só para o Fluminense, mas para o futebol brasileiro também. É sempre bom jogar com amigos como ele em campo, e que jogam bem. Parabéns a ele pelo campeonato que fez no ano passado. Creio que o jogo será bom. Que ele tenha um bom dia, mas que o meu seja melhor”, brincou Montillo.

No lado do time carioca, Montillo é considerado o “cérebro” do time mineiro. “Para vencer o jogo, o Fluminense precisará neutralizar o Montillo, que é o principal responsável pela criação das jogadas do Cruzeiro, ainda mais sem o Roger. Eles têm um dos maiores times do Brasil”, disse o lateral-esquerdo Júlio César .

A preocupação com Conca também é enorme no Cruzeiro. “Conca é um jogador de bastante qualidade. No Campeonato Carioca houve muitas cobranças em cima dele. Já passei pelo Fluminense e sei que é um grande jogador. Mas tomara que nesse sábado ele não vá bem e possamos vencer”, disse o volante Everton , que jogou ao lado do argentino quando ainda defendia o Fluminense .

Início turbulento
Tanto Conca quanto Montillo começaram o Brasileirão com dificuldades. Depois da artroscopia no joelho esquerdo no final do ano passado, Conca não conseguiu repetir o mesmo desempenho, tanto no Carioca quanto na Libertadores. Contra o Cruzeiro, será o capitão com a ausência de Fred.

Já Montillo foi muito criticado depois da eliminação precoce na Libertadores, sendo taxado como um jogador que brilha somente em partidas fáceis. Nos dois primeiros jogos do Brasileirão, Montillo ficou devendo .

*colaborou Marcello Pires, do iG Rio de Janeiro

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.