Tamanho do texto

Anfitriã da Copa América, a seleção de Messi e companhia voltou a decepcionar a sua torcida

selo

EFE
Messi saiu cabisbaixo após outra decepção
O empate de 1 a 1 com a Bolívia na última sexta-feira parece não ter sido apenas fruto do nervosismo da estreia. A Argentina voltou a jogar mal na noite desta quarta e não saiu do 0 a 0 com a Colômbia, em Santa Fé, pela segunda rodada da Copa América. E Messi teve novamente uma atuação ruim, bem abaixo do que costuma mostrar com a camisa do Barcelona .

Com o empate, a Colômbia manteve a liderança do Grupo A da Copa América, agora com quatro pontos. A Argentina está na segunda colocação, com dois, mas pode ser ultrapassada nesta quinta-feira, quando a Bolívia e Costa Rica se enfrentam. Agora, os argentinos precisam vencer os costa-riquenhos na próxima segunda para conseguir a classificação.

Depois do frustrante empate na estreia, o técnico Sergio Batista fez apenas uma mudança na escalação argentina. Fez uma troca de laterais, colocando Zabaleta no lugar de Rojo. Assim, o time argentino continuou mostrando dificuldades para entrar na defesa adversária. E, durante todo o primeiro tempo, a Colômbia foi quem teve as melhores chances.

A primeira boa chance colombiana foi aos 19 minutos, quando um cruzamento na área encontrou o meia Adrián Ramos sozinho, mas ele chutou por cima do travessão. Logo depois, a Colômbia desperdiçou uma oportunidade incrível para abrir o placar: aos 25, o atacante , diante do gol vazio, já sem o goleiro Romero, mandou a bola para fora.

A Argentina também teve chance de gol no primeiro tempo, mas não levou tanto perigo quanto a Colômbia. Na melhor oportunidade dos donos da casa, o atacante Lavezzi recebeu a bola sozinho dentro da área e chutou no canto, mas o goleiro Luis Martínez fez bela defesa aos 33 minutos. Enquanto isso, Messi encontrava dificuldade para criar suas jogadas.

No segundo tempo, a Argentina tentou pressionar mais, mas não teve sucesso. Diante disso, Sergio Batista mexeu no time aos 15 minutos, trocando Cambiasso pelo também volante Gago e Lavezzi pelo também atacante Agü;ero. A Colômbia, no entanto, foi quem levou mais perigo: num rápido contra-ataque aos 19, o lateral Armero (ex-Palmeiras) quase marcou.

Sergio Batista, então, resolveu colocar o time ainda mais no ataque, trocando o meia Banega pelo atacante Higuain aos 27 minutos. Nem isso adiantou. A torcida argentina chegou a ter esperança numa cobrança de falta na entrada da área já no final. Mas Messi bateu muito mal, num lance que ilustrou bem a noite infeliz do melhor jogador do mundo.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 0 X 0 COLÔMBIA

Local: Estádio Brigadier General Estanislao López, em Santa Fé (Argentina)
Data: 6 de julho de 2011, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes (Brasil)
Assistentes: Marcio Santiago (Brasil) e Luis Abade (Peru)
Cartão amarelo: Abel Aguilar

ARGENTINA: Romero; Zabaleta, Burdisso, Gabriel Milito e Zanetti; Mascherano, Cambiasso (Gago) e Banega (Higuaín); Messi, Tevez e Lavezzi (Aguero)
Técnico: Sergio Batista

COLÔMBIA: Luis Martínez; Zuñiga, Perea, Yepes e Armero; Carlos Sánchez, Abel Aguilar, Guarín e Adrián Ramos (Elkin Soto); Dayro Moreno e Falcao García (Teófilo Gutíerrez)
Técnico: Hernán Darío Gómez

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.