Torcedores da seleção foram ao estádio Brigadier General Estanislao López para ver os jogadores

O decepcionante empate contra a Bolívia na abertura da Copa América não acabou com a empolgação da torcida argentina. Nesta terça-feira, véspera do duelo contra a Colômbia, pela segunda rodada da competição, cerca de 4 mil torcedores foram ao estádio Brigadier General Estanislao López, em Santa Fé.

O estádio do Cólon é conhecido como 'Cemitério de Elefantes' porque o Santos de Pelé perdeu para os donos da casa em 1964, quando os argentinos estavam na terceira divisão nacional. Agora, a expectativa é que seja palco do início da arrancada dos hermanos para o 15º título do torneio continental.

Todo o caminho do hotel ao estádio foi tomado pelos torcedores, inclusive por famílias com crianças. A Polícia abriu as portas da arena no final da atividade e os fanáticos, depois de alguma espera, puderam entrar. 

A atitude foi uma forma de compensar as dificuldades na compra de ingressos. Alguns dos presentes nesta segunda não conseguiram entradas por questões econômicas.

Os torcedores mais exaltados, conhecidos como "hinchas", espantaram o frio pulando e cantando sem parar nas arquibancadas, enquanto alguns se sentaram para acompanhar o treino. O mais festejado, como de costume, foi o atacante Carlitos Tevez.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.