Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Arena do Palmeiras terá nome de plano de saúde, diz jornal

Folha de S. Paulo diz que Unimed vai pagar R$ 65 milhões ao clube paulista para batizar o estádio multiuso por sete anos

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854301807&_c_=MiGComponente_C

Com previsão de conclusão de suas obras para o final de 2012, o estádio do Palmeiras poderá ter um novo nome depois de sua reabertura, quando será transformado em uma arena multiuso. Segundo o jornal "Folha de S. Paulo", o clube paulista está em fase final de negociação para ceder o nome do local para a Unimed, operadora de planos de saúde. Dessa maneira, o futuro estádio passaria a se chamar Arena Unimed.

Segundo a jornalista Mônica Bergamo, os últimos detalhes entre clube e empresa para a efetivação do chamado naming right devem ser fechados nesta semana. A previsão é de que a Unimed pague R$ 65 milhões ao Palmeiras para batizar a arena multiuso por sete anos.

A prática de dar o nome de empresas a estádios de futebol é comum na Europa. No Brasil, isto já foi implantado pelo Atlético-PR, que cedeu o nome da Arena da Baixada ao grupo de telefonia Kyocera entre 2005 e 2008. Atualmente, o naming right é cogitado para ser utilizado em estádios que ainda serão construídos, como as arenas de Grêmio e Corinthians.

Leia tudo sobre: palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG