Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Árbitro relata que expulsou Rivaldo por chutar Gerley sem bola

De saída do São Paulo, veterano pediu desculpas em seu Twitter pelo cartão vermelho que recebeu no clássico

Gazeta |

Gazeta Press
Rivaldo admite que pode ter feito sua última partida com a camisa do São Paulo
O meia Rivaldo e o técnico Emerson Leão alegaram não entender o cartão vermelho mostrado por Luiz Flávio de Oliveira na derrota por 1 a 0 para o Palmeiras. Mas o árbitro esclareceu na súmula do clássico, divulgada nesta segunda-feira: viu o veterano acertar o lateral esquerdo Gerley sem bola.

Leia mais: Leão isenta Rivaldo de expulsão no clássico

"Aos 45'+1' do 2º tempo, expulsei, diretamente, o jogador nº10, Sr. Rivaldo Vitor Borba Ferreira da equipe do São Paulo F. C., por dar um chute nas pernas do seu adversário, nº 18, Sr. Gerley Ferreira de Souza, com a bola em jogo e fora de disputa", escreveu Luiz Flávio.

Confira ainda: "Rivaldo não é mais aquele jogador", diz Juvenal Juvêncio

O lance que ocasionou a última partida do camisa 10 do São Paulo no Campeonato Brasileiro ocorreu já nos acréscimos do clássico. Gerley deu entrada dura no meia, que se levantou, aproximou-se do jogador do Verdão quando a bola já não estava em disputa e, de acordo com imagens da televisão, tocou nas pernas do adversário.

O que mais irritou no São Paulo foi o fato de Rivaldo ter sido expulso e Gerley recebido somente o cartão amarelo. Luiz Flávio de Oliveira justifica que advertiu o comandado de Luiz Felipe Scolari por "calçar o adversário".

O São Paulo é o oitavo e ainda sonha com a Libertadores. Veja a classificação atualizada

Em seu Twitter, Rivaldo pediu desculpas. "Quero pedir desculpas a todos os torcedores por isso. Mas não vou deixar essa ser minha ultima imagem como jogador, vou continuar lutando", prometeu.

"Estou chateado por ter sido expulso ontem no jogo contra o Palmeiras, com certeza não foi minha intenção... Somente toquei nas costas dele, como chamando atenção, mas minha tristeza é maior, pois talvez tenha sido meu ultimo jogo com a camisa do São Paulo", continuou publicando o veterano, enfatizando que não deve ter seu contrato renovado.

A saída da equipe do Morumbi após o Campeonato Brasileiro, não significa aposentadoria. E Portuguesa e Santa Cruz já estão de olho no melhor jogador do mundo em 1999, que completará 40 anos em abril. "Ainda tenho futebol para mostrar. E todos verão, independentemente do clube que estarei", avisou.

Leia tudo sobre: brasileirão 2011são paulopalmeirasrivaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG