Wilton Pereira Sampaio, que atuou em jogo do Fla contra o Avaí, apita jogo em Curitiba

A CBF sorteou nesta quinta-feira o árbitro do confronto entre Coritiba e Corinthians , neste domingo, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. Será Wilton Pereira Sampaio, do Distrito Federal, que na quarta-feira apitou controverso duelo entre o Flamengo e o Avaí , em Florianópolis.

Robinho marcou o primeiro gol do Avaí, iniciado em lance irregular
AE
Robinho marcou o primeiro gol do Avaí, iniciado em lance irregular

Siga as páginas do iG Corinthians e do iG Flamengo no Twitter

Sampaio foi questionado pelos flamenguistas por um gol anulado de Deivid – que na interpretação do árbitro fez falta antes de cabecear para o gol – e validou o primeiro tento do Avaí, iniciado em jogada irregular, com um jogador do clube catarinense em impedimento.

Entre para a torcida virtual do seu time e convide seus amigos para entrarem também

O árbitro que apita o próximo jogo do Corinthians já atuou em 10 jogos deste Brasileirão, dois do time paulista. Ele atuou na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-GO, em Goiânia, e na derrota por 3 a 2 para o Avaí, na Ressacada. Ele apitou apenas um jogo do Coritiba, empate por 0 a 0 contra o Bahia em Salvador. Estas estatísticas são da Footstats e estão disponíveis no aplicativo iG Esporte para iPhone e iPad .

Além do Flamengo, o Corinthians também não gostou da arbitragem do seu último jogo . O clube paulista manifestou por meio de seu diretor de futebol, Roberto de Andrade, seu desagravo com a atuação de André Luiz Freitas Castro, de Goiás, que apitou o jogo contra o Grêmio na quarta-feira e expulsou Liedson e Edenílson. Marrubson Melo Freitas, auxiliar no jogo contra o Grêmio, também atua neste jogo do Corinthians, em Curitiba.

Veja a classificação geral do Campeonato Brasileiro após a primeira rodada do returno

“O juiz foi péssimo para não dizer mal intencionado”, disse Andrade, que apesar da pressão sofrida pelo Corinthians com dois a menos, achava justo um acréscimo maior ao tempo de jogo no segundo tempo. Foram dados apenas três minutos a mais.

Os gremistas também questionaram a atuação do árbitro goiano , que anotou um pênalti polêmico a favor do Corinthians no primeiro tempo após falta de Adilson em Emerson. “Estamos sendo prejudicados. Está exagerado isso”, disse Paulo Odone, presidente do Grêmio.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.