Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Árbitro inocenta Rooney e o libera para pegar o Chelsea

Atacante deu cotovelada em atleta do Wigan, mas não pegou gancho e joga o clássico nesta terça

Gazeta |

O Manchester United temia não poder contar com o atacante Wayne Rooney contra o Chelsea, nesta terça-feira, em jogo atrasado do Campeonato Inglês, mas já pode ficar tranquilo. Graças ao relato do árbitro Mark Clattenburg, a cotovelada que o camisa 10 deu no meia James McCarthy, do Wigan, no último sábado, não será punida.

A FA (Associação de Futebol da Inglaterra) havia anunciado que julgaria o caso nesta segunda-feira, após receber o relato oficial do apitador, mas Clattenburg julgou acertada sua decisão de apenas marcar falta e não expulsar o avançado, deixando a FA sem outra opção a não ser inocentar Rooney, pois a Fifa (Federação Internacional de Futebol e Associados) proíbe que decisões do árbitro sejam mudadas após a partida.

AFP
Árbitro Mark Clattenburg viu de perto a cotovelada de Rooney, mas absolveu o atacante do Man. United
O técnico do Wigan, Roberto Martínez, ficou muito irritado com o lance e exigiu uma punição. Já Alex Ferguson, do Manchester United, não viu nada demais.

Rooney marcou o terceiro gol da goleada do United sobre o Wigan por 4 a 0. O resultado manteve o time na liderança da Premier League com 60 pontos, quatro a mais que o Arsenal.

Leia tudo sobre: Futebol MundialInglaterraManchester UnitedRooney

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG