Leandro Bizzio Marinho também tem os cartões em excesso como marca registrada

A FPF (Federação Paulista de Futebol) anunciou na tarde da última quinta-feira a escala de árbitros para a primeira rodada do Paulistão. O sorteado para apitar Bragantino x Palmeiras foi Leandro Bizzio Marinho, de 33 anos e com rodagem nas Séries A e A2 do Paulistão e Séries B, C e D do Campeonato Brasileiro. No quadro da FPF desde 2004, o árbitro teve a carreira marcada por erros nas últimas edições do Paulista A2 e da Copa Paulista, que deixaram torcedores do XV de Piracicaba e do Red Bull Brasil revoltados.

Leia também: Ministério Público fica atento a possível contato de Kia com Palmeiras

O clube piracicabano visitou o Comercial-SP precisando de um empate para avançar à fase final da Copa Paulista-11. O placar marcava 1 a 0 para o time da casa quando Marinho sinalizou recuo de um zagueiro comercialino e marcou a infração para o XV dentro da área. A equipe de Ribeirão Preto formou barreira em cima da linha, tampando o gol praticamente por inteiro, mas pelo menos quatro jogadores deveriam ter ficado a uma distância maior. Além disso, todos avançaram sobre a bola antes mesmo da cobrança. O árbitro não viu irregularidades e deixou o jogo seguir. O XV não conseguiu marcar e perdeu o jogo, sendo eliminado – o clube ainda saiu reclamando de um suposto pênalti não marcado.

E ainda: Barcos chega ao Brasil e fará exames médicos nesta sexta-feira

Partida entre São José e Red Bull foi interrompida por 15 minutos
Divulgação
Partida entre São José e Red Bull foi interrompida por 15 minutos
Pela Série A2-11, quem sai prejudicado foi o Red Bull Brasil. O time de Campinas visitou o São José e precisava conquistar pontos para se aproximar do G4 da competição. Nos acréscimos, com o placar em 1 a 1, o zagueiro Eduardo Nunes, do Red Bull, cabeceou contra a própria meta. A bola bateu no travessão e não cruzou a linha, mas Leandro Bizzio Marinho deu o gol. Os visitantes reclamaram muito e a partida ficou paralisada por 15 minutos. Quando a bola voltou a rolar, o Red Bull conseguiu até empatar, mas no último lance da partida o São José achou o tento da vitória. O time-empresa terminou a primeira fase na 5ª colocação, a quatro pontos do Guarani, e não se classificou para a fase seguinte – perdendo assim a chance de subir para a Série A do Paulistão.

Rei dos cartões
Disciplinador, Leandro Bizzio Marinho também costuma aplicar muitos cartões amarelos e vermelhos. Raros são os jogos em que o árbitro não advertiu ao menos quatro atletas. No duelo Oeste 2 x 1 Ponte Preta (10/04/2011, pelo Paulistão-11), ele mostrou incríveis 11 amarelos. Expulsões também são frequentes com Marinho no apito: em 2010, ele mostrou cartões vermelhos em sete partidas consecutivas nas quais foi escalado como árbitro.

Palmeiras e Leandro Bizzio Marinho se encontrarão neste domingo, em Bragança Paulista, às 17h (horário de Brasília), para o duelo pelo Campeonato Paulista . Será a segunda vez que Marinho trabalhará em um jogo do time alviverde, mas a primeira como árbitro principal. Em 21/02/2010, ele foi quarto árbitro na vitória por 2 a 0 do Palmeiras sobre o São Paulo , no Palestra Itália O jogo terminou com “apenas” dois amarelos e um vermelho, graças ao critério mais leve de Rodrigo Martins Cintra.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.