Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apresentado no PSG, Pastore diz que dinheiro não é importante

Meia argentino elogiou o modo como foi armada a equipe francesa, do diretor esportivo Leonardo

Gazeta |

Após tornar-se o jogador mais caro de toda a história do mercado do futebol francês até então, o argentino Javier Pastore, contratado pelo Paris Saint-Germain por 42 milhões de euros (R$ 94 milhões), foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira. Ao lado de Leonardo, diretor esportivo do time, o meia deixou claro que sua motivação na equipe da capital não está ligada exclusivamente ao dinheiro.

"Para mim, o dinheiro pago não significa nada, são coisas dos clubes. Minha motivação é que ainda não ganhei nada na minha carreira. Do modo como se armou esta equipe, quero ganhar algo e espero conseguir", disse Pastore.

Apesar da alta quantia desembolsada pela diretoria do clube francês, o argentino não se vê pressionado em sua nova equipe. "Não vejo como uma pressão. Me dedico a isto e o que tenho que fazer é jogar futebol. Não me preocupo em quanto valho na visão do clube. Tenho que fazer o mesmo que faça há nove anos, jogar o melhor futebol que puder", continuou.

Pastore, que atuava pelo Atlético de Madri no Campeonato Espanhol, reconheceu que o Francês conta com um nível técnico abaixo de outros torneios do Velho Continente, como o Italiano e o Português. Ainda assim, acredita que com as novas aquisições dos times franceses, a disputa pode se acirrar ainda mais.

"O Campeonato Francês é muito bom e poderá rivalizar com os outros da Europa em breve. Quem vence é o espetáculo com as equipes se reforçando desta forma", completou.

Leia tudo sobre: futebol mundialfrançaParis Saint-Germain

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG