Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Apresentado ao lado de Gérson, Renato mantém sonho da seleção

Meia também não descartou encerrar a carreira no Botafogo e agradeceu oportunidade de voltar ao Brasil

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Um encontro entre o presente e o passado. Assim foi a apresentação do meia Renato como jogador do Botafogo , realizada na tarde desta terça-feira, no salão nobre da sede do clube, em General Severiano. Ao lado do atual presidente do clube, Maurício Assumpção, do vice-presidente de futebol, André Silva, e do ex-jogador e ídolo botafoguense Gérson, Renato assistiu a jogadas em um telão e recebeu das mãos do "Canhotinha" a camisa número oito.

A torcida acompanhou a apresentação do lado de fora, cantando músicas do clube. E aplaudindo cada palavra de Gérson, que se emocionou ao apresentar o novo reforço do Botafogo e relembrar o período em que atuou no clube.

Divugação
O meia Renato recebe a camisa 8 do Botafogo das mãos do ídolo Gérson

“Joguei com os maiores jogadores do país e do mundo no Botafogo. Inclusive, meu mestre Didi (ex-jogador do Botafogo) me disse o seguinte: 'O dia que tiver um jogador que jogue como eu, você entrega a camisa número oito pra ele’. Por isso estou aqui, por ondem do meu mestre, com todas as honras. Espero que tenha todas as glórias e toda sorte do mundo, como eu e Didi tivemos”, disse Gérson.

O presidente do Botafogo também comentou, ainda que de forma indireta, a tentativa de outros clubes de atravessar o negócio . “A palavra ainda vale no futebol, e vale muito. Se vocês (empresário e advogado do jogador) não tivessem palavra, o Renato não estaria se apresentando aqui hoje”, declarou Maurício Assumpção.

Renato comentou a proposta do Botafogo e a vontade que tinha de retornar ao Brasil. Inclusive, o volante não descarta retornar à seleção, mas deixa claro que o foco principal é a conquista de títulos pelo Botafogo.

null

“O Botafogo foi o único clube que apareceu com uma proposta concreta. Fiquei muito feliz, pois já tinha a intenção de voltar ao Brasil. Vou procurar fazer meu melhor a cada jogo e responder esse carinho”, disse Renato, que completou. “Quando você veste pela primeira vez a camisa da seleção, sempre tem o sonho de voltar. Se voltar, será pelo que estou realizando aqui. Primeiramente vou pensar no Botafogo e depois, como consequência, talvez possa ser convocado”, disse o ex-jogador do Sevilla, da Espanha.

Ansioso pela estreia, o jogador terá um período de férias e depois iniciará o condicionamento físico, já que estava no final da temporada na Europa.

“Ainda vou conversar com os preparadores físicos. Terminei a temporada com o Sevilla agora, então tenho essa necessidade de descansar. Quero fazer um bom trabalho para que no final do Campeonato Brasileiro esteja com fôlego de sobra. Mas, se fosse pela vontade, domingo já estaria em campo”, finalizou Renato.

Leia tudo sobre: BotafogoBrasileirão 2011RenatoGérson

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG