Quase herói , Neto Coruja diz compreender sofrimento da torcida - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Quase herói, Neto Coruja diz compreender sofrimento da torcida

Essa torcida não merece. O Vitória é um time grande, já tem expressão no futebol brasileiro, lamentou

Gazeta Esportiva |

Rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro, o Vitória encerrou um ano que tinha tudo para ser glorioso. Tetracampeão baiano, o time ficou com o vice da Copa do Brasil e agora encerra a temporada trocando de lugar com o rival Bahia, que subiu para a primeira divisão. Torcedor do clube, o volante Neto Coruja não conseguiu esconder sua tristeza.

Ele fez sua parte para evitar o pior. Contra o Atlético-GO, apareceu no lugar certo em dois lances, quando evitou gols certos do adversário. Um deles, após chute de Juninho, quase em cima da linha. O ataque, porém, não foi eficiente e passou em branco, mantendo o empate que rebaixou o clube pelo número de vitórias inferior ao da equipe goiana.

"Essa torcida não merece. O Vitória é um time grande, já tem expressão no futebol brasileiro. Depois de tudo que vivemos esse ano, não era para ter acontecido essa tragédia. A vida é assim, agora é levantar a poeira e pensar no ano que vem", lastimou o atleta, na saída do gramado.

"Eu que vim das categorias de base sei o que ele estão passando, sou torcedor também. Quem ficar no clube tem que ter a cabeça no lugar para recolocar o clube na primeira divisão", concluiu, em entrevista à Rádio Metrópole.

O Leão encerrou sua participação na competição nacional em 17º lugar, com os mesmos 42 pontos do Atlético-GO, que ficou em 16º. A equipe, que foi comandada por Ricardo Silva e Antônio Lopes ao longo do torneio, venceu apenas nove partidas, empatou 15 e perdeu 14.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirovitória

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG