Profecia se concretiza e Marco Aurélio quer Hernanes na seleção - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Profecia se concretiza e Marco Aurélio quer Hernanes na seleção

Destaque da surpreendente campanha da Lazio no Italiano, jogador está ganhando destaque na mídia estrangeira

Gazeta Esportiva |

"Ele é diferente de todo mundo. Esse menino é o Kaká que joga no Brasil, mas só vão falar dele no dia em que estiver na Europa". As palavras são sobre Hernanes e foram ditas por Marco Aurélio Cunha, superintendente de futebol do São Paulo, após a conquista do hexacampeonato brasileiro em 2008, quando o meio-campista, ainda com a camisa 15, havia sido escolhido o craque da competição.

Em 2009, atuando mais avançado, Hernanes passaria a vestir a camisa 10 do São Paulo, que ainda está sem dono depois de sua saída para a Lazio, da Itália, no meio deste ano. Destaque da boa e surpreendente campanha do clube no campeonato nacional - é vice-líder -, o jogador já está ganhando destaque na mídia estrangeira e é conhecido como "profeta" pelos italianos.

Acompanhando de longe o sucesso do jogador, cria das categorias de base do São Paulo, Marco Aurélio Cunha lembra de sua 'profecia' e volta a compará-lo a Kaká, que também surgiu no Morumbi, foi ídolo no Milan e faturou o prêmio de melhor jogador do mundo em 2007 antes de chegar ao Real Madrid, seu atual clube.

"Lamentavelmente, para ter notoriedade internacional você precisa ser transferido. Não sei se é o interesse do mercado ou a exposição que se tem na Europa que facilita, mas não tenho dúvidas de que o Hernanes será um dos melhores do mundo, assim como o Kaká quando foi para o Milan".

Tamanha admiração faz com que o dirigente são-paulino tenha dificuldades para entender a ausência do atleta nas últimas convocações de Mano Menezes na seleção brasileira - ele esteve na primeira. "O Hernanes tem brilhado na Lazio e incrivelmente não é chamado pelo Mano Menezes. Ele chama o Douglas e não chama o Hernanes, é uma brincadeira. Mas vamos esperar que ele reveja seu conceito".

Atualmente no Grêmio, Douglas foi chamado pelo treinador para o amistoso contra a Argentina, no dia 17 de novembro. A expectativa pela volta do jogador da Lazio fica para o dia 9 de fevereiro de 2011, quando a seleção enfrenta a França, em amistoso internacional.

Leia tudo sobre: futebol internacionalitaliano 2010itáliasão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG