Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após vitória no clássico, Tite sepulta o 4-3-3 no Corinthans

Treinador se diz convencido de que a melhor forma de "retomar padrão" é utilizar dois meias no time

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Foi preciso o Corinthians sofrer sua mais dolorosa derrota nos últimos anos para que o técnico Tite decidisse reavaliar o esquema de jogo ideal do time que comanda. Depois da vitória por 1 a 0 no clássico contra o Palmeiras, o treinador disse que não pretende mais usar o sistema com três atacantes utilizado nos dois jogos contra o Tolima pela Libertadores.

AE
Danilo, atrás da bola, jogou contra o Palmeiras e tem a confiança de Tite

“Não vencemos o São Bernardo (empate por 2 a 2, dia 30), mas retomamos um bom padrão atuando com dois meias (Ramírez e Danilo) e dois atacantes e foi assim contra o Palmeiras da mesma forma”, disse Tite, decretando o “sepultamento” do 4-3-3, esquema que começou a ser utilizado por Mano Menezes em 2009 e que foi readaptado por seus sucessores, sempre com Ronaldo, Dentinho e Jorge Henrique na linha de frente. O trio titular, que em breve terá Liedson, terá de brigar por duas vagas de ataque.

Perguntado se era mesmo esta a tendência para os próximos jogos, Tite foi direto. “Eu não posso ignorar que fomos melhores jogando com dois meias do que com o trio de atacantes e de meio-campistas. A tendência é essa sim”, disse Tite, ao iG, logo após a entrevista coletiva que concedeu após a partida contra o Palmeiras.

A decisão de jogar com dois volantes e dois meias no meio campo abrirá brechas para que Bruno César, até o primeiro jogo contra o Tolima visto como principal jogador da posição, reconquiste seu espaço, perdido após a má atuação contra o time colombiano no jogo do Pacaembu.

“Todos tiveram sua oportunidade e ele terá outra. Todos são merecedores. Jogará quem estiver em melhor momento e sou que avalio”, disse o técnico, que além de ter segurança em Danilo, viu com bons olhos as atuações recentes de Morais, autor do passe para gol contra o Palmeiras, e de Ramírez, apesar da expulsão no jogo contra o Tolima na Colômbia.

Contra o Ituano, nesta quarta-feira, o treinador não deverá alterar a base da equipe que vencer o Palmeiras no Pacaembu. Sem pendurados ou suspensos, os problemas continuam sendo Ronaldo, Roberto Carlos e Dentinho, machucados. O ataque deverá ser mais uma vez formado por Jorge Henrique e Edno. Liedson, que começa a treinar nesta semana, deve estrear apenas contra o Paulista, no domingo.

Leia tudo sobre: corinthianstitecampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG