Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após vitória, Felipão faz críticas ao estádio do Santo André

Técnico do Palmeiras prevê sofrimento para corintianos que enfrentam os donos da casa neste domingo

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O estádio Bruno José Daniel irritou Felipão, comandante do Palmeiras . O treinador fez críticas à administração do local e também ao Santo André, que não quis aceitar o acordo para que o jogo contra o time do Palestra Itália fosse disputado em outro local.

“Quando reclamo, sou chato, mas vocês estão vendo, todo dia noticiando, eles não querem mudar porcaria nenhuma. Mas vamos esperar para ver o que vai acontecer. O Corinthians vai jogar aqui no domingo, aí vocês perguntem para eles”, afirmou o treinador.

A reportagem do iG, assim como vários outros veículos do meio impresso, também sofreram com as condições precárias do estádio. Doze jornalistas não tiveram cabine reservadas, apesar do credenciamento prévio, e precisaram trabalhar à beira do campo, sem eletricidade, impossibilitando o uso dos equipamentos necessários para o trabalho.

AE
Felipão esbraveja à beira do gramado. Estado do campo no ABC paulista tirou o treinador do sério
Além disso, apenas oito mil ingressos foram vendidos. A parte coberta do estádio foi completamente interdidata pela defesa civil por causa das péssimas condições da estrutura. Apesar disso, o local era usado como estacionamento de diversos carros, entre eles os de policiais. A restrição, no entanto, não evitou a circulação de pessoas normalmente pela área. Segundo membros da FPF (Federação Paulista de Futebol), a multa estipulada caso os jornalistas ocupassem as cabines daquela área ou se torcedores
circulassem pelo local era de R$ 50 mil.

O jogo ainda precisou ser paralisado por causa de uma bomba de gás lacrimogêneo, jogada pela polícia que tentava conter uma confusão fora do estádio. A fumaça invadiu o gramado e fez o árbitro dar uma pausa de cinco minutos.

Sabendo das condições, ainda no início da semana, Palmeiras e Santo André chegaram a conversar para que o jogo acontecesse em outra cidade, mas não obtiveram sucesso. Nesta quarta-feira, mais do que 70% dos sete mil torcedores presentes eram da equipe da capital. 

Leia tudo sobre: palmeirascopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG