Equipe milanesa perdeu de virada para a Udinese por 3 a 1 e permanece na quinta posição no Italiano

A Internazionale, que vinha de uma série de cinco jogos de invencibilidade, sofreu sua primeira derrota sob o comando do técnico brasileiro Leonardo, diante da Udinese fora de casa, pela 21ª rodada do Campeonato Italiano. Com gols de Zapata, Di Natale e Domizzi, a equipe de Udine bateu de virada os visitantes por 3 a 1 neste domingo e manteve-se na oitava posição com 33 pontos somados.

Em contrapartida, a Inter de Milão desperdiçou a chance de alcançar a vice-liderança do campeonato, cuja ponta é ocupada pelo Milan, dono de 44 pontos no torneio, permanecendo na quinta colocação com 35 pontos.

Contando com o apoio da torcida, a Udinese começou melhor e logo impôs pressão sobre os visitantes, que jogaram com os desfalques do brasileiro Julio Cesar, Sneijder e Milito. Reorganizada em campo, a Inter de Milão conseguiu equilibrar a partida na marca dos dez minutos do primeiro tempo e passou a atacar com mais eficiência a Udinese.

Aos 16, após uma falha da defesa dos anfitriões, Thiago Motta aproveitou a sobra e tocou para Stankovic, na entrada da área. Dominando rapidamente, o sérvio finalizou com categoria para abrir o placar no estádio Friuli, 1 a 0 para a Inter.

Um minuto depois, Stankovic novamente deu trabalho para a Udinese, obrigando o goleiro Handanovic executar uma linda defesa após um chute preciso de fora da área, em direção ao ângulo esquerdo do gol. Após o susto, a equipe da casa chegou ao empate com o colombiano Zapata, ao dominar pela esquerda e finalizar com força para o gol da Internazionale, na marca dos 20 minutos.

O camaronês Samuel Eto'o sofre com a marcação do francês Benatia, da Udinese
AP
O camaronês Samuel Eto'o sofre com a marcação do francês Benatia, da Udinese

Novamente com o placar empatado, Di Natale, já aos 24 minutos, arrancou a virada para a Udinese. Em cobrança de falta, o artilheiro desta temporada do Campeonato Italiano, agora com 15 gols, bateu com perfeição, encobrindo a barreira e acertando o canto direito de Castellazzi, substituto de Julio Cesar, afastado devido à uma lesão.

Retornando para a etapa final, os donos da casa, embalados após a virada no primeiro tempo, partiram para cima da Internazionale e, logo aos três minutos, Di Natale finalizou com muito perigo em um chute rasteiro, passando perto da meta dos visitantes. Pouco depois, Castellazzi novamente teve que trabalhar após uma bela cobrança de falta, na entrada da área, mantendo o marcador em 2 a 1.

Mais ofensiva, a Udinese, na marca dos 23 minutos, ampliou a vantagem no placar para 3 a 1. Domizzi, fora da posição de impedimento, aproveitou um lançamento na pequena área, para estufar as redes da Inter ao tocar com categoria na saída do goleiro visitante.

Com a vantagem no marcador e o nervosismo da equipe de Milão, a Udinese passou a valorizar a posse de bola e assumiu o controle do duelo nos seus instantes finais, assegurando a vitória sobre os visitantes, fato que não era visto desde o ano de 2003.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.