Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Após vexame do Palmeiras, Deola dá o sangue no Hospital do Coração

Vim por uma boa causa e espero conseguir incentivar outras pessoas a passarem aqui e a doarem sangue, afirmou o goleiro

Gazeta Esportiva |

A eliminação do Palmeiras na Copa Sul-Americana na noite de quarta-feira deixou o goleiro Deola bem abatido, mas não o suficiente para fazê-lo desistir de participar de um evento beneficente. O jogador, que já havia confirmado presença anteriormente, compareceu ao Hospital do Coração na manhã desta quinta-feira para engrossar a campanha "Seja amigo da vida. Doe sangue".

"Fui dormir muito tarde, não conseguia dormir. Seria minha primeira final pelo Palmeiras. Mas fiz questão de comparecer no HCor", afirmou o arqueiro, lamentando a derrota por 2 a 1 no Pacaembu, diante de cerca de 35 mil palmeirenses. A noite mal dormida serviu para rememorar os erros, já que Deola ainda não conversou a respeito com os companheiros - o elenco ganhou folga.

"Não teve conversa depois do jogo, quanto menos falar agora é melhor. Cada um sabe o que fez de errado, o que deixou de fazer. Palmeiras é grande, precisamos levantar a cabeça", afirmou o goleiro, ainda nos vestiários do Pacaembu. Sem a vaga na Sul-Americana, o que acaba com o sonho da Copa Libertadores, ele compareceu ao HCor para dar o sangue na campanha.

"Vim por uma boa causa e espero conseguir incentivar outras pessoas a passarem aqui e a doarem sangue", complementou Deola. O camisa 22 do Palmeiras se representa junto com o restante dos atletas nesta sexta-feira, quando o técnico Luiz Felipe Scolari começa a preparar o time para a partida contra o Fluminense, no domingo, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia tudo sobre: palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG